Curiosidade, investigação e autoria: caminhos para se planejar um ano de descobertas

Curiosidade, investigação e autoria: caminhos para se planejar um ano de descobertas

COLÉGIO SANTA MARIA

21 de abril de 2021 | 07h00

Autoria – Gisele Coli

As crianças comumente trazem consigo uma dose de curiosidade intrínseca e também sabemos que aprendem na convivência com seus pares, que significa CONVIVER, viver com alguém, ter uma boa relação, uma vida em comum. Acreditando na importância desta convivência, na experiência diária de trocas, nós, da Educação Infantil do Santa Maria, optamos por trabalhar com projetos.

PROJETAR = escutar, investigar, ouvir, observar, aprender. Por meio dos projetos, seguimos um caminho de observação, investigação, experimentação, validação e retomada de percursos e saberes. Ao longo desse caminho seguimos planejando, revisitando, avaliando, propondo e fazendo escolhas.

Construímos uma identidade potente. A partir dos interesses, dialogamos com o que sabemos, com o que não sabemos ainda e com o que precisamos descobrir. São trajetos que levam as crianças a pensarem, levantarem hipóteses, viverem experiências, os diferentes campos do conhecimento e num universo amplo e inesgotável de inspiração e aprendizagem.

Portanto, projeto é um vir a ser, é gestar a aprendizagem por meio do encantamento, do contato, do afeto que afeta.

“O projeto é uma investigação em profundidade de um assunto sobre o qual valha a pena aprender. A investigação é em geral realizada por um pequeno grupo de crianças de uma sala de aula. A principal característica de um projeto é que ele é um esforço de pesquisa deliberadamente centrado em encontrar respostas para as questões das crianças, pelo seu professor” – O Poder dos projetos. Helm,Beneke & Cols 2007

Com esse olhar do “poder dos projetos”, a aprendizagem acontece por meio da escuta e observação atenta dos professores e, com isso, fazer ressoar as vozes, os interesses e as necessidades de cada grupo, promovendo, assim, uma aprendizagem cooperativa, empática e comunicativa na qual as crianças se colocam ativas na construção do conhecimento em conjunto com os adultos e, de igual importância, com seus parceiros.

Por fim, trabalhar com projetos é valorizar os interesses, apoiar a capacidade de perguntar, pesquisar e promover o gosto por aprender novos recursos e ferramentas para compreender o mundo. Valorizamos o processo de pensar nos problemas, nas explicações e teorias provisórias.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.