Como canta o 5° ano na quarentena?

Colégio Santa Maria

06 de agosto de 2020 | 07h00

Autoria – Alessandra Gomes

O surgimento da pandemia do Covid-19 – e a velocidade de seu desenvolvimento – pegou toda a sociedade de surpresa. Não foi diferente para o Santa Maria, e em pouquíssimo tempo, direção, professores, alunos e famílias precisaram se ajustar para grandes mudanças onde todos os espaços e ações se centralizaram nas nossas residências, e começamos a falar apenas em “home office” e “home school.”

A sala de aula se transformou na sala da nossa casa, as mesas dos nossos alunos se tornaram as mesas das suas casas, e o canal de conexão com eles passou a ser virtual, a distância. Tempo difícil, angustiante, porém enriquecedor.

Para melhor conduzirmos esse processo de ensino e aprendizagem, nos apropriamos de diferentes recursos tecnológicos, e passamos a utilizar plataformas, aplicativos, canais midiáticos e vários recursos de edição na elaboração do nosso material de trabalho, além do cuidado em mantermos, mesmo a distância, o vínculo afetivo e de aprendizagens significativas para nossos alunos.

Se ocorreu toda essa mudança para nós, professores, o mesmo aconteceu com os alunos. O primeiro momento que tiveram de enfrentar foi a ausência do coletivo, do contato, do espaço escolar que lhes foi tirado repentinamente. Veio então a adaptação ao novo jeito de “estar” na escola, o apropriar-se da plataforma escolhida para esse tempo de aprendizagem remoto e o estabelecimento de uma nova rotina escolar e familiar.

Passados três meses nesse novo modelo educacional, percebemos que a maioria dos alunos estão adaptados, mostram domínio no uso dessa comunicação virtual e até mesmo nos surpreendem com novos conhecimentos, possibilidades e criatividade.

Muitas vezes solicitamos um texto, uma narrativa, uma resposta a algum assunto tratado em aula e recebemos de devolutiva power points editados com imagens, músicas e design elaborado, ou ainda, cartazes produzidos no Canva, ferramenta para edição, e outras formas, produzidos de maneira criativa e com qualidade.

No 5° ano, nas aulas de Música, lançamos o projeto “Como canta o 5° ano na Quarentena?”. Os alunos participaram da escolha do repertório em que deveriam, juntamente com a família, pesquisar, no nosso cancioneiro nacional, músicas com mensagens positivas, adequadas para o momento que estamos passando. Uma atividade que, além de ampliar o repertório dos nossos alunos, promoveu a interação com a família. Após decidirmos as músicas a serem trabalhadas, foi realizada uma contextualização da composição, e a entrega de um vídeo com os alunos cantando.

O empenho dos estudantes e a criatividade na elaboração das tarefas, novas habilidades e competências são adquiridas. Não faltariam aqui exemplos a serem citados sobre a forma positiva de apropriação dos recursos tecnológicos por parte dos alunos, e isso nos traz novas possibilidades de trabalho.

Estamos nos preparando para um retorno com todos os cuidados e estrutura de segurança, sabendo que estamos longe de normalizarmos totalmente a situação, mas podemos afirmar que não seremos os mesmos nessa volta, e juntamente com a presença, olhares, sorrisos dos nossos alunos acrescentaremos à nossa prática muitos desses aprendizados adquiridos nesse tempo de distanciamento, e continuaremos conectados a essa transformação digital que é contínua e necessária.

Tudo o que sabemos sobre:

Colégio Santa Maria

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: