Com quantos versos se faz um povo?

Com quantos versos se faz um povo?

COLÉGIO SANTA MARIA

13 Novembro 2015 | 07h52

Há 13 anos, o Ensino Médio do Santa Maria tem um sarau lítero-musical bimestral, no qual todos têm a oportunidade de curtir algumas horas de música e poesia num clima de proximidade e descontração. Tal evento já é uma tradição no Colégio, cuidada com muito carinho pelos alunos.

 

A novidade em 2015 foi um sarau extra, temático, relacionado a um projeto da área de Ciências Humanas: “Ike Zumbi”, uma série de eventos, como filmes, debates e apresentações, tudo relacionado à questão do negro no Brasil, com ápice na semana da consciência negra, em novembro.

1311_IMG-20151110-WA0000

Esse sarau temático ocorreu na noite de 23 de outubro e contou não só com a participação dos alunos do Ensino Médio regular, mas também dos alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos), que tornaram o momento ainda mais especial. Foi tocante, por exemplo, ver adultos recém-alfabetizados declamando com tamanho envolvimento.

Das 19h às 22h, música e poesia negras tomaram o Colégio de assalto, emocionando os presentes em vários momentos. A preocupação não estava em não desafinar, não errar os versos ou os acordes; a preocupação estava em fazer parte de algo especial, fosse subindo ao palco, fosse apenas curtindo a noite. Delicadeza e força, sutileza e impacto. As apresentações levaram os presentes a experimentar diversos aspectos das emoções humanas envolvidas na questão negra.

“Depois de uma noite memorável, não é difícil que saraus temáticos também se transformem numa tradição do Colégio”, declara, Adriano Santos, professor de Língua Portuguesa do Ensino Médio.

1311_IMG-20151110-WA0001

Mais conteúdo sobre:

Colégio Santa MariaEJAsarau