Atitudes sustentáveis: o meio ambiente agradece

Atitudes sustentáveis: o meio ambiente agradece

COLÉGIO SANTA MARIA

31 Maio 2018 | 07h30

Autoria: Veronice Leal

Os alunos do 5º ano do Colégio Santa Maria e suas famílias tiveram um olhar mais atento e focado para a Sustentabilidade Urbana. Através de pesquisas, de novas ações, de criação de cartazes, palestras, fórum de discussões a fim de encontrar diferentes alternativas para melhorar a qualidade de vida de todos, o grupo de pais, alunos e professores buscou uma participação significativa na Semana de Sustentabilidade do CSM.

Primeiro, resgatar a Memória das atividades já realizadas, em outros momentos, evidentemente, trouxe à tona a riqueza de caminhos percorridos em busca de um resultado sustentável gigantesco!

Depois, a mobilização de um vasto conjunto de conhecimentos em prol do meio ambiente nos fez refletir sobre a necessidade de que é preciso continuar persistindo no desenvolvimento econômico e social, pois é fundamental que ações do passado, do presente e do futuro tenham respeito para com o meio ambiente.

Assim, partimos para o grande desafio das cidades contemporâneas, em todas as partes do mundo: a mobilidade urbana sustentável. Se houve algum tempo em que a curiosidade e a motivação estavam inertes, esse período extinguiu-se. Os alunos coletaram informações sobre o tema, buscaram difundir boas práticas de mobilidade urbana que melhorem a qualidade dos ambientes nas cidades. Mobilidade urbana sustentável, em outras palavras.

A questão da mobilidade urbana surge como um novo desafio às políticas ambientais e urbanas, esta foi a constatação a essa questão tão atual e significativa.

O que fazer, então?… Os alunos criaram cartazes que serviram de coletes, percorreram os espaços do CSM, na hora de pico – na saída – por entre os carros, entregando panfletos, que alertavam sobre o quanto o padrão de mobilidade centrado no transporte motorizado individual mostra-se insustentável.

A necessidade de mudanças profundas nos padrões tradicionais de mobilidade, na perspectiva de cidades mais justas e sustentáveis, pressupõe que, desde cedo, esse tema esteja na mente jovem de cada um dos alunos e que seja compartilhado com outras pessoas formando uma espécie de “Corrente do Bem”.

As orientações dadas pelos alunos às famílias não são uma solução imediata ou trazem uma fórmula mágica, que resolva o problema. O objetivo foi refletir sobre a real importância de oferecer à população um sistema eficaz, que invista de forma planejada para melhorar a locomoção nas cidades.

A baixa eficiência no uso do espaço urbano em transporte, ou seja, a escolha que as pessoas fazem para se deslocar é um dos principais aspectos que impactam a mobilidade.

O envolvimento dos alunos nesse contexto foi tão gratificante, que os pais também saíram à procura de projetos que visam à melhoria da qualidade de vida na cidade de São Paulo. O material produzido pelas famílias foi compartilhado no mural da “Reflexão”, exposto na Semana do Meio Ambiente.

Relembrar o que foi promovido para ampliar o bem-estar, refletir sobre o que se pode fazer em favor da preservação dos recursos ambientais e buscar caminhos para desenvolver de forma inteligente a redução dos efeitos negativos provocados pelo uso predominante do automóvel são ações integradas, que ampliaram o olhar da comunidade do CSM.

Certamente, essa riqueza de conhecimentos não surgiu de uma explanação, mas de uma prática, que armazenou na memória de cada um deles possibilidades de pensar a mobilidade urbana como meio de desenvolvimento social cujo objetivo é a construção de cidades mais justas, humanas e equitativas.

Mais conteúdo sobre:

Colégio Santa Mariasustentabilidade