As bruxas de Roald Dahl invadiram o 4º ano

As bruxas de Roald Dahl invadiram o 4º ano

Colégio Santa Maria

06 Setembro 2018 | 08h26

Autoria: Raquel Sgamba e Rita Rinaldi

Os últimos meses foram de descobertas inimagináveis para as turmas do 4º ano do Santa Maria. A leitura da obra de Roald Dahl, “As Bruxas”, trouxe aos alunos o universo do imaginário, uma viagem ao mundo de seres disfarçados que tinham como maior sonho se livrar de todas as crianças da face da Terra.

Realidade possível? Para uma bruxa, sim!

E dessa forma instigante se instala um dos maiores desafios deste projeto literário: como identificar quem é uma bruxa realmente?  Ela pode estar em qualquer lugar… ser uma pessoa próxima… ou até mesmo uma professora!

Com um toque de humor, a cada capítulo lido e interpretado, os alunos foram conhecendo mais e mais características desses seres terríveis e ao mesmo tempo provocadores de grande curiosidade. Afinal de contas, como o menino comum se livraria da Grã Bruxa e suas discípulas?

Ao longo do projeto, todos os “nós” (conflitos do enredo) foram a razão de “cenas do próximo capítulo”, uma ótima oportunidade linguística para os alunos levantarem hipóteses sobre o movimento a seguir da trama e construírem a estrutura composicional do gênero. Assim, o conto fantástico ganhou forma e foi sendo trabalhado nas aulas de produção de texto, tecido  a cada pitada de bruxaria… Criação e constatação colocadas à prova da imaginação dos escritores. E quantos caminhos diferentes percorreram… Quantos começos, meios e finais repletos de inventividade!…

Um dos momentos áureos do projeto foi a exibição do filme Convenção das Bruxas (1990) no auditório Sister Chalita, além de uma performance extraordinária da equipe da biblioteca que deixou o cenário ainda mais sinistro, quiçá tenebroso! Os alunos viveram a experiência da intertextualidade e puderam comparar o enredo do filme com o livro e formar suas próprias conclusões sobre as diferentes linguagens, versões e preferências.

Ainda ao final do projeto, cada um criou e registrou sua bruxa com nomes que só uma personagem bem “bruxonilda” poderia escolher, como Jusbscludinha , Brimi, Jucreldi, Ratima…Todas elas se encontraram e se conheceram na Grande Convenção das Bruxas e declararam seus poderes especiais em uma exposição que deixou pais, alunos e toda a comunidade escolar encantada.

Agora, temos um 4º ano especialista em reconhecer bruxas! Todos os disfarces já foram revelados! As máscaras caíram… contem conosco!

Bruxas, agora, só nas asas da nossa imaginação!

 

DEPOIMENTOS

“Ao ler o livro, o autor não justificou tudo o que eu imaginava no final da  história. Queria que o personagem virasse menino de volta”. (Ian Henrique Dias)

“Gostei mais do livro porque eu posso inventar a história na minha mente. Prefiro imaginar do que ver o filme com as imagens prontas. Também gosto mais porque às vezes me vejo como a personagem principal e sinto suas emoções.” (Rodrigo Berti)