Aprender enquanto se ensina, ensinar enquanto se aprende

Aprender enquanto se ensina, ensinar enquanto se aprende

COLÉGIO SANTA MARIA

13 de novembro de 2019 | 07h30

Autoria: Maria Beatriz Brito Rossetti

 

Para que a oralidade da criança se desenvolva, a Educação Infantil deve oferecer aos alunos um ambiente que estimule a comunicação verbal.

Com base em diferentes temas, contextos e interlocutores, na Educação Infantil do Santa Maria, as crianças são estimuladas diariamente não apenas a falar, mas antecipar, planejar e pensar sobre o que irão dizer.

Nas salas do Pré, dividimos os momentos em dois tipos: formais e informais.

 

Os informais são, por exemplo, as “Rodas de Conversas”, em que o professor planeja as atividades desenvolvidas no dia ou na semana, comunica algo sobre a comunidade escolar, auxilia na resolução de conflitos, troca informações a respeito do projeto estudado pelo grupo etc. Já as crianças narram vivências com amigos e familiares, contam histórias, curiosidades e trocam saberes, entre outros temas. Nesse movimento, cada um ouve o que o outro tem a dizer, coloca sua opinião ou inicia os próprios relatos.

 

Os momentos formais são aqueles em que as crianças se dirigem a outros interlocutores, que não são os colegas da sala, como outras turmas e profissionais, para aprenderem ou partilharem aprendizagens.

Nesta semana as crianças do Pré receberam os alunos do Jardim II para compartilharem saberes e conversarem sobre o tema referente ao projeto de sala – “Inventos e invenções de Leonardo da Vinci”. Nossa turma relatou curiosidades sobre três inventos de Leonardo da Vinci: o Paraquedas, a Catapulta e o Parafuso Voador. Em seguida, elas apresentaram a possibilidade desses inventos serem construídos com materiais que temos na sala, como palitos, tecidos, tampinhas, elásticos etc.

Após nossa conversa inicial, as crianças puderam optar sobre qual engenhoca gostariam de construir. Dividimos a turma e iniciamos o momento de partilha e troca.

 

Por meio desse tipo de atividade, buscamos desenvolver a autonomia e o protagonismo infantil, levando as crianças a descobrirem o seu potencial de forma ativa e participativa. São ocasiões assim que contribuem para o desenvolvimento da narrativa, do repertório verbal, da oralidade, além de mostrarem que a comunicação é fator importante para a troca de conhecimentos.

 

Tendências: