Aprender com os erros

COLÉGIO SANTA MARIA

05 de julho de 2019 | 07h30

Autoria: Anibal de Azevedo Soares

Nas aulas de Matemática do Ensino Médio do Colégio Santa Maria, após a explicação de um novo conceito e a demonstração de alguns exemplos, os alunos são convidados a resolver novos exercícios.

Na hora da correção, algum aluno se habilita a explicar sua resolução e/ou algum aluno é escolhido intencionalmente para explicar sua metodologia e raciocínio para alcançar o resultado. Caso tenhamos respostas diferentes, cada aluno é convidado a expor sua resolução de forma que o mesmo encontre o erro do aluno anterior ou encontre seu próprio erro.

Cada vez que o aluno identifica um erro, seja porque fez uma conta errada, ou porque “engoliu” um sinal, ele acaba aprendendo e, muitas vezes, até destaca com marca texto em seu próprio caderno, para que não cometa o mesmo erro novamente. Explicar seu procedimento o ajuda a organizar o raciocínio, além de contribuir para discussões de possíveis alternativas de resolução para uma mesma questão, enriquecendo a aula e o conhecimento dos demais alunos.

Dessa forma, em vez de espectador passivo de uma explicação do professor, que se limita a copiar no caderno o modo de resolução do outro, o aluno assume postura ativa na apropriação do conhecimento, na identificação de seus erros e dificuldades e no estabelecimento de caminhos para sua superação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.