Aprendendo Inglês com as emoções e vice-versa

Aprendendo Inglês com as emoções e vice-versa

COLÉGIO SANTA MARIA

28 de junho de 2021 | 07h00

Reconhecer e falar sobre os próprios sentimentos é importante em qualquer fase da vida, mas na primeira infância existe um componente extra que potencializa a necessidade dessa prática: é nessa fase que se inicia o desenvolvimento da empatia e da inteligência emocional. Torna-se, então, fundamental trabalhar as habilidades socioemocionais na Educação Infantil, de forma que as crianças aprendam a lidar com sentimentos que geram, por exemplo, desconforto, frustração e contrariação.

No Colégio Santa Maria, os pequenos são motivados a desenvolver habilidades como saber escutar, ouvir, falar o que sente e identificar a emoção. Inclusive nas aulas de Inglês! As professoras fazem uso de histórias, assembleias, músicas e cards que convidam as crianças a compartilharem sentimentos com os amigos. Durante as conversas, as profissionais intervêm para mostrar que existem outras possibilidades de se resolver situações-problema e conflitos.

O tema da Campanha da Fraternidade – “Diálogo e compromisso de amor, Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” também tem sido aproveitado para explorar esse propósito.  Os alunos aprendem que esse amor também ensina e corrige, assim se pode crescer, aprender cada vez mais. E que a paz não é concordar com tudo ou negar o que não está bom, mas um estado de espírito que também é construído quando não queremos ser os primeiros em tudo, quando damos passagem ao colega que já se organizou, quando dividimos o brinquedo preferido ou aceitamos “desculpas” do colega que empurrou, bateu…

Seja em inglês ou português, conversar sobre sentimentos e emoções são ocasiões preciosas para que as crianças entendam que o diálogo amoroso e fraterno é caminho para um mundo em que conseguimos entender a perspectiva do outro.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.