Alimentação saudável, quanto antes aprender melhor vai ser!

Alimentação saudável, quanto antes aprender melhor vai ser!

Colégio Santa Maria

24 Novembro 2016 | 08h47

Autoria: Equipe do 1º ano EF

É muito comum esse diálogo no 1º ano do Fundamental I do Santa Maria na hora do lanche:

– Não quero comer essa fruta que minha mãe colocou na lancheira…

– Você já experimentou?

– Não, eu não gosto!

Se isso acontece com as frutas, que dirá com relação às verduras e legumes!

A escola é um ótimo ambiente para ensinar também a alimentar-se bem, pois em grupo as crianças são estimuladas umas pelas outras a conhecer novos sabores. As professoras, muitas vezes, influenciam mais que as mães ao sugerir uma mudança de hábito, pois os alunos sentem-se desafiados diante dos colegas e, movidos pela curiosidade, arriscam-se a novas experiências.

No projeto da alimentação saudável, desde o início do ano as professoras se propuseram a promover a degustação de frutas que não conheciam inicialmente. A cada dia um aluno trazia uma fruta diferente para apresentar aos colegas da classe. As professoras se questionavam quantos se proporiam a experimentar.

– Quem conhece a atemoia? Já experimentaram a carambola?

– Você não precisa gostar, mas para dizer que não gosta deve experimentar! – disse uma aluna reproduzindo uma fala de seu pai.

Dispor-se a conhecer, experimentar já é um grande passo. E é aí que entra o desafio: Como será que nasce essa fruta? É de uma árvore ou é de vegetação rasteira? Como é uma jabuticabeira? Alguém já viu?

Visitar o bosque do Colégio e localizar as árvores frutíferas, identificar as frutas que estão nascendo (caqui, jabuticaba, amora, pitanga, nêspera, banana, mexerica, laranja), como é cada árvore, como são suas folhas, seu aroma, as cores, o caule… Foi uma experiência muito rica para nossos alunos, além dos conhecimentos, muitas curiosidades foram satisfeitas.

Escolher para o lanche a fruta que haviam visto no pé, que não comem, habitualmente foi o passo seguinte. Havia relatos até de que alunos que não comiam nada no café da manhã!

Daí partimos para o plantio de hortaliças e leguminosas na horta.  Nada como colocar a “mão na massa”. Junto com o jardineiro Jurandir, os alunos puderam preparar a terra, sentir sua textura e cheiro. Plantaram algumas mudas, tais como cenoura, alface, couve-flor, salsinha, quiabo, rabanete, berinjela, tomate, couve. Acompanharam o crescimento, compararam os diferentes formatos das folhas, dos caules, suas cores, tamanhos. Registraram as mudanças e aguardaram com ansiedade pelo momento da colheita.

No momento de colher já nomeavam as hortaliças com desenvoltura. Preparamos uma salada especial e cada aluno e aluna pôde montar seu prato e experimentar os alimentos que plantaram e cultivaram.

Enquanto aguardávamos o crescimento dos legumes investigamos como esses alimentos são preparados para o nosso consumo.

Incluímos então a visitação ao refeitório do Colégio, com perguntas para a nutricionista Andréa que prepara o cardápio diariamente. Ela sugeriu uma degustação de alimentos crus e cozidos para experimentarem e incluir, então, na alimentação. Alguns alunos nunca tinham experimentado cenoura!

Após responder a muitas perguntas, dar dicas e contar curiosidades sobre alguns alimentos, a nutricionista trouxe uma cesta bem colorida e atraente e propôs que observassem, manuseassem, sentissem os cheiros, as texturas, as cores, o tamanho de algumas folhas.

– A cenoura é docinha! Eu prefiro crua, é crocante…

– A beterraba é mais doce ainda!

– Eu quero experimentar o almeirão!

– É um pouco amargo, alertou  Andréa.

– Amargo que nem o café? Eu quero sentir…

Em casa, junto com a família puderam preparar a receita da Salada do Ratinho (passada como lição de casa) e compartilhar com a família um pouco da experiência que tiveram.

Com certeza alguns alimentos foram incorporados ao dia a dia, e o repertório de preferência das frutas foi ampliado pois limitava-se à banana e maçã, geralmente.

E o principal:  provavelmente não falarão mais “não gosto” quando convidados a experimentar um alimento que não conhecem…

 

A SALADA DOS RATINHOS

24112016_2

24112016_1

24112016_3 24112016_4

NO REFEITÓRIO DO COLÉGIO, COM A NUTRICIONISTA

_MG_5879 _MG_5884

_MG_5904