Agir e praticar o desafio do pensamento

Agir e praticar o desafio do pensamento

COLÉGIO SANTA MARIA

11 de abril de 2019 | 07h30

Autoria: Luciane Soares de Menezes Chiochetti e Rosana Martins de Oliveira Daher

Ter e fazer uso do pensamento crítico é essencial ao aluno, pois, mais do que absorver o conteúdo, é preciso que ele forme uma opinião sobre o que aprendeu e, inclusive, questione-o sempre que possível. Desta forma, como provocar o pensamento dos alunos?

No Colégio Santa Maria, esse processo de aprendizagem não está restrito ao professor transmitir o conhecimento e obter respostas dos alunos. As aulas são elaboradas estimulando a observação, o pensamento e o questionamento desse aprendiz. Assim, no 5º ano as atividades que oportunizam essas ações são muitas vezes simples e praticadas diariamente pelos estudantes, permitindo que o conhecimento seja aplicado, testando suas capacidades, o que caracteriza uma experiência enriquecedora.

Mas todo pensamento crítico exige do educando dedicação em relação ao questionamento. É necessário também investir em perguntas que mobilizem o raciocínio do aluno, ajudando-o a buscar memórias e a fazer relações. Enfim, que ele consiga formar repertório e, a partir de diferentes estratégias, solucionar o que lhe foi proposto.

Também agimos com criatividade nas propostas educacionais, uma vez que essa relação de pertencimento faz com que a afetividade esteja presente, afinal, um aluno motivado saberá se relacionar com os colegas e principalmente trabalhar em grupos, respeitando cada um. Um exemplo disso é o depoimento de Gabriel Grangeiro Brito em uma Reunião de Pais: “Trabalhar em grupo é muito bom, porque quando você tem dúvida o seu amigo pode te ajudar e você pode ajudá-lo também de outras maneiras”.

Elogiamos e acreditamos na capacidade dos alunos, incentivando-os de forma positiva. Com esta prática, temos participações ativas e espontânea, como, por exemplo, a aluna Maria Luiza Meneses Anteghini, que descreve a sua colaboração assim: “Resolvi levar o cartaz do Sistema Respiratório confeccionado em feltro para a escola e, para isso, pesquisei também sobre o Sistema Cardiovascular. Depois pedi aos meus pais, que são médicos, para me ajudarem a fazer um texto mentalmente. Apresentei durante a aula de Ciências da Natureza e a professora pediu para que também apresentasse nas outras classes. Fui aplaudida e fiquei muito contente. Agradeço às professoras que apoiaram o meu projeto e fico feliz por ter ajudado os meus amigos”.

A contextualização do aprendizado que acontece com a aproximação da aplicabilidade do conceito estudado permite que o estudante pense sobre o estudo e valorize-o, pois reconhecerá a necessidade de tal fato em situações reais do seu dia a dia.