A matemática e a dança!  

A matemática e a dança!  

COLÉGIO SANTA MARIA

27 de junho de 2019 | 08h31

Autoria: Roberta Osiro

 As turmas do 2º ano do Santa Maria contaram com uma ótima combinação durante as aulas no mês de junho, pois alunos e alunas puderam utilizar seus conhecimentos matemáticos na confecção dos adereços que utilizaram na dança da nossa Festa Junina.

Na coreografia do Cavalo Marinho, dança típica da Zona da Mata de Pernambuco e de algumas regiões da Paraíba, os componentes utilizam arcos enfeitados com fitas coloridas e com eles criam movimentos sincronizados que enchem os olhos da plateia.

Para tal, os grupos foram desafiados a enfeitar seus arcos e receberam a instrução de utilizar 7 fitas de cada uma das 10 cores oferecidas pelas professoras.  A partir daí, as crianças discutiram a respeito dos padrões a serem criados e das ideias relacionadas à adição e à multiplicação. Foi necessário também definir a sequência de cores e cuidar para que esta se repetisse do início ao fim, além de posicionar as fitas na parte central do bambolê, ocupando a metade da circunferência.

O ritmo das músicas e os movimentos dos bambolês enfeitados mostravam a sincronia perfeita, resultando em uma apresentação harmônica, alegre e contagiante. Além de proporcionar diversas aprendizagens, entre as quais ainda podemos destacar o trabalho em equipe.

Os arcos reunidos durante a dança, misturados ao bailado dos grupos, deram um colorido especial ao espetáculo!

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: