A Educação Física desenvolvendo corpo, mente e corações

A Educação Física desenvolvendo corpo, mente e corações

COLÉGIO SANTA MARIA

18 Novembro 2015 | 08h19

As crianças se encontram em constante movimento. Movidas por ações corporais, exploram o ambiente com muita vivacidade e dessa forma aprendem, se comunicam com o mundo e conhecem mais sobre si mesma e sobre o outro.

Nesse sentido, na Educação Infantil, a aula de Educação Física desempenha um papel fundamental, pois o movimento é uma importante dimensão do desenvolvimento. “Ele transcende o simples deslocamento do corpo no espaço e se constitui numa linguagem que nos permite expressar sentimentos, emoções e pensamentos, assim como também, agir sobre o meio físico, ampliando as possibilidades do uso de gestos e posturas corporais”, explica a professora do Jardim II do Santa Maria, Fátima Regina F. T. Perazzoli.

Tendo como foco o movimento, os alunos do Jardim II encontram no Colégio um espaço privilegiado para ampliarem suas competências motoras e se desenvolverem nos aspectos cognitivo, afetivo-social, motor e emocional. Nas aulas de Educação Física são desafiados a vivenciar a diversidade de movimentos em contato com diferentes espaços, entre eles, quadras, bosque, campo gramado e parques. Por meio de jogos, brincadeiras e vivências, aprimoram habilidades psicomotoras, aprofundam laços de amizade e o respeito pelos colegas e professores.

Durante a aula e nos deslocamentos entre os ambientes, as crianças, exploram noções corporais e espaciais. “As habilidades de locomoção, estabilização e manipulação também são desenvolvidas por meio de atividades físicas que vão desde o andar, correr, saltar, arremessar, chutar, subir, descer, pendurar até o dançar e também nas muitas brincadeiras como: Elefantinho Colorido, Batatinha Frita, Siga o Mestre, Barra Manteiga, Pisa no Chiclete, Sai Piaba, Fui a China, Passeio na Floresta etc”, detalha a professora de Educação Física, Maria Filomena Martins Santos.

Contemplando a dimensão expressiva do movimento, a dança e as atividades rítmicas têm espaço garantido em vários momentos, seja nas coreografias para as danças juninas, rodas cantadas, atividades de integração com as famílias ou brincadeiras e jogos do repertório cultural do grupo. Ao dançar e participar de brinquedos cantados, por exemplo, as crianças interagem em duplas, pequenos ou grandes grupos desenvolvendo atitudes de cooperação, respeito e resolução de conflitos. Além disso, imitam, criam e coordenam movimentos corporais explorando as possibilidades de se expressar, se comunicar e interagir pelo movimento.

1811_100_9779 1811_DSC07567 1811_DSC07789 1811_DSC08305

1811_DSC08319