Pastoral dos Colégios Salesianos Liceu Coração de Jesus e Santa Teresinha realizam missão humanitária em Moçambique
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pastoral dos Colégios Salesianos Liceu Coração de Jesus e Santa Teresinha realizam missão humanitária em Moçambique

Colégio Salesiano

12 Fevereiro 2018 | 17h16

Integrantes das tradicionais instituições da Rede Salesiana participaram de ações evangelizadoras durante um mês no continente africano

Reforçando a vocação de ajudar o próximo por meio dos ideais de Dom Bosco, nove brasileiros integrantes da Pastoral dos Colégios Salesianos, dentre eles dois do Colégio Santa Teresinha e do Liceu Coração de Jesus, participaram de uma Expedição Missionária de 17 de dezembro a 18 de janeiro em Moçambique, passando pelas cidades de Matola, Goba e Bilene, além do distrito de Namaacha. O objetivo foi realizar atividades filantrópicas como contação de histórias, recreação, práticas religiosas, entre outras.

Os integrantes da missão foram o Pe. Rafael Galvão, diretor de Pastoral dos Colégios de Piracicaba e organizador da Expedição; Pe. Aramis Biaggi, diretor-geral e pároco de Americana; Rosebel Francisco, subcoordenadora do Colégio Dom Bosco Cidade Alta de Piracicaba; Marcos Roberto, ex-aluno voluntário do Oratório; Leonardo Godoy, ex-aluno e membro do Grupo de Animação Missionária (GAM) de Piracicaba; Laura Vitti, ex-aluna e membro do Gam de Piracicaba; e Robert Soares, coordenador da PDU de Americana.

Participaram ainda Cristian Borges, ex-coordenador de Pastoral dos Colégios Santa Teresinha e Liceu Coração de Jesus; e Giceli Silva, Assistente de Pastoral e Professora de Ensino Religioso do Liceu Coração de Jesus. “Agradeço a oportunidade de encontrar jovens sedentos de Deus. A melhor coisa foi ter tido a chance de conviver com aquela equipe maravilhosa de brasileiros, conhecer a garotada na Escola de Líderes, além de poder falar sobre Projeto de Vida e Catequese”, afirma Giceli Silva.

Durante a preparação para a missão, diversas ações para angariar fundos foram feitas, como jantar beneficente; rifas; bingos; venda de coxinhas, presépios, e santinhos; e arrecadação em missas festivas. As três comunidades – Piracicaba, Americana e Santa Teresinha – foram conquistando a cada atividade promovida, simpatizantes à Missão de Moçambique. E o número de parceiros foi crescendo. Da mesma maneira que crescia a ansiedade, o sonho e claro, as expectativas. “Lá encontramos pessoas humildes, com corações enormes, repletos de gratidão. Cada dia foi sem dúvida uma universidade de aprendizado. Voltei para casa com a certeza de que Deus verdadeiramente está em tudo e em todos, desde que queiramos estar nele”, conclui Giceli.