DA ESCOLA PARA O MUNDO REAL

DA ESCOLA PARA O MUNDO REAL

Liceu Jardim

29 Março 2017 | 19h15

Imagem Artigo 3_29Mar

Por Roberta Mazzini

Ler o seu nome na lista dos aprovados dos grandes vestibulares é a meta de inúmeros adolescentes que conhecemos. No entanto, é importante voltar no tempo e perceber o caminho que foi trilhado: a escolha da escola pela família, os estudos diários, as intermináveis lições de casa, as listas de exercícios, as horas que antecedem as avaliações, a participação ativa em grupos de estudos, a apropriação de valores e conhecimentos acadêmicos, a formação de uma consciência criativa e atuante, enfim alguns pontos que não podem e não devem ser esquecidos.

Na Educação Infantil, o colinho e o acolhimento das professoras, as primeiras descobertas pedagógicas com o encantamento das histórias e das personagens, as cores, os formatos, os cheiros e, enfim, as primeiras escritas e as silabadas leituras.

Já no Ensino Fundamental, a seriedade dos estudos, os cálculos, as importantíssimas regras gramaticais, as concordâncias verbais, os experimentos no laboratório de Ciências, a História do país e do mundo, os conhecimentos sobre vegetação, clima e relevo nas aulas de Geografia, as cobranças necessárias dos professores nas produções textuais. Muito estudo, disciplina e determinação.

No Ensino Médio, muitas mudanças na forma de agir e pensar sobre o próprio processo educacional. Além das mudanças, as dúvidas. Qual profissão seguir? Qual a melhor universidade? Intercâmbios? Dúvidas e mudanças permeando as aulas, os exercícios, os testes e os simulados.

Portanto, refletir e analisar o processo educacional não é uma tarefa simples. A jornada é longa e deve ser permeada de pequenos pontos luminosos que direcionam e impulsionam esse crescimento.

Nós, do Liceu Jardim, sabemos que a preparação de um aluno para as exigências do mundo real começa muito antes dos livros didáticos e das avaliações. O ambiente educacional deve ser regado de atitudes afetivas e efetivas. Atitudes efetivas que envolvam dedicação, comprometimento e disciplina, fundamentais para um dia a dia escolar cheio de descobertas e, sobre tudo, de resultados.

Já as atitudes afetivas fortalecem o vínculo entre educandos e educadores e transformam o ambiente escolar em um espaço de aprendizagem baseado no rigor amoroso.

Nós, educadores, ligados direta ou indiretamente com inúmeros grupos de estudantes, temos a certeza de que um aluno será realmente um cidadão pronto para enfrentar o mundo real quando suas escolhas forem pautadas em princípios seguros, válidos agora no presente e também no futuro. Assim, estarão prontos para fazer parte de um mercado de trabalho agressivo, para enfrentar as alegrias e decepções do mundo corporativo e, acima de tudo, conscientes de seu papel transformador na sociedade, na qual estarão inseridos e atuantes.

**  Roberta Mazzini é coordenadora pedagógica do Fundamental I no Liceu Jardim. Pós-graduada em Pedagogia Empresarial, graduada em Ciências Sociais, nos cursos de Bacharelado e Licenciatura. Possui 23 anos de experiência na área de Educação Infantil e Ensino Fundamental, na rede particular de ensino.