Adaptação: um momento cheio de significados

Liceu Jardim

05 Fevereiro 2018 | 23h35

Por Stella Maris Guerra Poças

É com muita alegria que o Liceu Jardim Kids apresenta algumas dicas para uma melhor adaptação das crianças à rotina escolar, pois essa fase tem um significado muito especial.

Os momentos iniciais na escola exigem sempre um esforço de adaptação da criança, da família e dos profissionais que assumem seus cuidados.

A presença dos pais na escola durante a primeira semana de adaptação pode trazer segurança para a criança e ajudar os professores a compreenderem melhor o aluno. Os professores devem conversar com os pais para colherem informações relevantes e saberem como lidar com cada aluno.

O horário na semana de adaptação é especial e somente os alunos novos participam deste momento. Nos primeiros dias, eles permanecem apenas duas horas na escola. Durante o período de adaptação, a professora vai auxiliando a criança a familiarizar-se com os novos horários, buscando um equilíbrio dos seus hábitos e costumes, aproximando-os à rotina. Esse processo será facilitado se a criança sentir tranquilidade e segurança na decisão dos pais de colocá-la na escola e na relação deles com sua professora.

Algumas famílias acreditam que é preferível sair escondido quando deixam a criança, a fim de evitar o chorinho. Em nossa opinião, é preferível que a criança veja e saiba que estão saindo. Com o tempo, ela vai perceber que voltam todos os dias para buscá-la.

É importante, nessa fase, que todos os pais e educadores compreendam e respeitem o momento da criança, de conhecer o novo ambiente e estabelecer novas relações.

A boa relação afetiva entre crianças e professores deve ser interpretada pelos pais como indicativo de um bom trabalho. Para isso, é importante que os pais conheçam bem qual é o papel do professor e como é seu trabalho. Isso lhes permite viver essa fase com maior tranquilidade, transmitindo segurança para seu filho e facilitando sua adaptação.

Um período de adaptação bem conduzido possibilita que pais e professores estabeleçam uma relação produtiva, de confiança e respeito mútuo.

Stella Maris Guerra Poças é Pedagoga com especialização na área de Documentação Pedagógica em Reggio Emilia na Itália, tem formação em Arte da Excelência Humana, aprofundamento em Matemática na Educação Infantil e, em andamento, pós-graduação em Neuropsicopedagogia. Foi professora de Educação Infantil e Orientadora Educacional. Atualmente é Diretora da Educação Infantil e 1º ano do Ensino Fundamental.