Criança na cozinha: aprender com sabor é para toda a vida!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Criança na cozinha: aprender com sabor é para toda a vida!

Colégio Anália Franco

06 de agosto de 2020 | 09h42

Criança na cozinha: conhecendo e manuseando o alimento. (Colégio Jardim Anália Franco – SP)


Cozinhar e preparar receitas podem ser atividades prazerosas e divertidas para adultos e crianças. Entretanto, quando falamos de crianças na cozinha, pode causar certo estranhamento aos responsáveis que não têm esse costume da interação da criança no “ambiente masterchef”, na cozinha de seus lares, local que – para muitos – é a referência nas residências contemporâneas. Contudo, cada vez mais, escolas têm adotado a prática de inserir a culinária em seus currículos, visando diversificar, estimular e aprofundar o desenvolvimento de seus estudantes. Mas você sabe elencar quais são os benefícios da culinária dentro do ambiente escolar?

Na tentativa de explicitar essa resposta, alguns estudos já fundamentaram a importância do auxílio das crianças no preparo às refeições. A Universidade de Alberta (Canadá), por exemplo, identificou que crianças com essa rotina, tendem a se alimentar melhor, pois compreendem como as refeições são estruturadas e, ao conhecerem os ingredientes, valorizam o que consomem. O Ministério da Saúde, por sua vez, em alinhamento às orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) sistematizou o Guia Alimentar para a população Brasileira, que trata dos princípios e das recomendações de uma alimentação adequada e saudável para a população brasileira, servindo como instrumento de apoio às ações de educação alimentar e nutricional no país. Já na obra “Educação Infantil: Práticas Pedagógicas de Ensino e Aprendizagem”, a autora Maria Cristina Rau em análise sobre os procedimentos de inclusão da culinária no ambiente escolar afirma que “podem ser desenvolvidos de forma a proporcionar a formação integral da criança, considerando-a como sujeito ativo no processo de construção do conhecimento”.

Nessa perspectiva, uma proposta pedagógica que chama a atenção é a do Colégio Jardim Anália Franco. Localizado no coração do Bairro Jardim Anália Franco, em São Paulo-SP, o colégio possui aulas semanais de culinária para os alunos do Curso do Integral (Educação Infantil e Ensino Fundamental I). Uma atividade que parece brincadeira é, na verdade, um momento de grandes aprendizados.

Aprender fazendo: a cozinha como sala de aula (Colégio Jardim Anália Franco – SP)


A cozinha experimental é desenvolvida de forma integrada entre as professoras do Período Integral, Equipe de Nutrição e auxiliares pedagógicos. Além de despertar o interesse pelo cozinhar, traz uma série de fatores importantes para o desenvolvimento infantil e o aprimoramento de habilidades para as crianças do Ensino Fundamental, pois com aulas vivenciais, os pequenos estudantes são estimulados para o trabalho em equipe, a criatividade, o exercício de coordenação motora, os processos organizacionais e o treinamento da paciência frente ao tempo que uma refeição exige de quem a produz. 

 

Educação “mão na massa”: aprendizagem para a vida. (Colégio Jardim Anália Franco – SP)

Os professores também conseguem desenvolver, de forma lúdica, os conteúdos de sala de aula de maneira multidisciplinar. Durante os momentos da culinária, os estudantes trabalham, por exemplo: matemática, no ato de pesar, dividir e medir os ingredientes; ciências, na prática de misturar os alimentos, suas cores, tipos, sabores e compreender os estados físicos da matéria (sólido, líquido e gasoso) e desenvolver os cinco sentidos; língua portuguesa, no exercício de ler as receitas ou mesmo produzir textos instrucionais; geografia e história, na estratégia de escutar e compartilhar narrativas e, aos poucos, aprender a origem do alimento, o processo de (i)migração e a diversidade cultural existente na alimentação dos povos e das famílias.

Aprender com sabor: da história infantil para a cozinha (Colégio jardim Anália Franco – SP)

Alimentação saudável: construção de hábitos (Colégio Jardim Anália Franco – SP)


Em cada etapa na cozinha, as crianças respondem perguntas, satisfazem suas curiosidades e, passo a passo, desenvolvem receitas selecionadas por elas, com coordenação de seus professores. É uma sistematização da união do ato de se alimentar relacionado à felicidade, conceito que especialistas definem de comensalidade. Se o “produto final” é maravilhoso, o “processo” é encantador, espetacular, pois a aprendizagem é um itinerário construído, desde a infância, para toda a vida! E é, nesse processo, que produzimos as memórias olfativas e afetivas nos remetendo às lembranças vivenciadas.

É promover, de maneira lúdica, conhecimentos e hábitos que as crianças levarão para toda a vida! (Martha Games Sant’ana)

A culinária na escola também pode trazer ao aluno, a conscientização quanto à importância de uma alimentação saudável, nutritiva e balanceada. Muitos alunos trazem para a escola dificuldade e desinteresse em comer determinados alimentos. Com incentivo pedagógico, as crianças são despertadas a provarem novos sabores e a conhecerem para além do que lhes é habitual. Além disso, o trabalho coletivo junto à equipe nutricional auxilia no combate ao desperdício de alimentos, ensinando o manuseio adequado de frutas, verduras e legumes. Outro item agregado às práticas educacionais no Ensino Integral está a formação de rotinas. Dentre elas, destacam-se uma boa higienização das mãos, postura ao se sentar à mesa, a gratidão pelo alimento. Como afirma a nutricionista do Colégio Jardim Anália Franco Martha Games Sant’ana: “As atividades de culinária no Ensino Integral da educação infantil e do ensino fundamental permitem com que os alunos tenham vivências incríveis de uma educação que faz sentido no ‘hoje’ e para o ‘amanhã’ de todos nós! É promover, de maneira lúdica, conhecimentos e hábitos que as crianças levarão para toda a vida!”

Estar à mesa: uma prática de coletividade (Colégio Jardim Anália Franco – SP)


No processo educacional que utiliza a culinária como estratégia de aprendizagem, o Colégio Jardim Anália Franco proporciona à criança a elevação da autoestima, pois o estudante se sente útil ao preparar uma receita em todas as suas etapas. Com isso, conhecimentos milenares da gastronomia são adaptados aos projetos escolares, levando as crianças a apreciarem a arte da culinária, participando da preparação de seu próprio alimento, abrindo embalagens, picando, mexendo, amassando, aguardando o tempo de preparação de cada prato e, por fim, saboreando o alimento e construindo o conhecimento para a criança e, por conseguinte, à família e à sociedade.


Katia Frassei Duarte
Graduada em Pedagogia e pós-graduada em Psicopedagogia
Docente do Colégio Jardim Anália Franco

Julia Miranda Silva
Graduanda em Pedagogia
Auxiliar Pedagógica do Colégio Jardim Anália Franco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: