CIDADÃOS GLOBAIS: Aprendizagem em Simulações da ONU
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

CIDADÃOS GLOBAIS: Aprendizagem em Simulações da ONU

Colégio Anália Franco

21 de outubro de 2021 | 14h07

Parte do Comitê do Colégio Jardim Anália Franco para o 8º FAMUN (Colégio Jardim Anália Franco-SP)

As simulações da Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) são estratégias bem-sucedidas para que os estudantes do Ensino Médio possam vivenciar a diplomacia e as competências inerentes às relações internacionais, com a união de estudos em diversas áreas do conhecimento, estruturação de discursos que manifestam os direitos humanos em diálogo aos interesses dos países que cada equipe representa na assembleia, além da utilização das linguagens apropriadas ao meio, sobretudo a aplicação do idioma inglês como recurso de comunicação para efetivar o diálogo institucional entre as nações.

O Colégio Jardim Anália Franco (o “Anália”, escola localizada na região Leste de São Paulo) tem um trabalho de referência na formação para a cidadania. Há anos, a instituição participa de eventos externos diversos, como atuações frequentes no Parlamento Jovem Paulistano. Dessa maneira, possibilitamos aos estudantes uma educação que propicia vivências para o desenvolvimento das competências necessárias para a construção de uma sociedade intelectualizada, tolerante, que valoriza o diálogo para superação de conflitos e, sobretudo, reconhece o “outro” como necessário para a constituição de um mundo mais harmônico.

Outro exemplo da ação pedagógica voltada à formação cidadã ocorreu em parceria com a FACAMP (Faculdades de Campinas), organizadora do FAMUN, FACAMP Model United Nations. Esse evento anual é uma simulação de organismos internacionais da ONU em que estudantes do Ensino Médio e do Ensino Superior representam chefes de Estado e de Governo, ministros e diplomatas. Este ano, uma equipe estudantil do Anália esteve presente, aprendendo com o outro e protagonizando discursos que fomentaram um mundo humano e ambientalmente sustentável.

Participação das estudantes na Simulação da Assembleia Geral da ONU (Colégio Jardim Anália Franco-SP)

 

A estratégia de simulação para o ensino é fundamental para uma aprendizagem significativa, pois implica no resultado concreto de teorias e estudos vistos em sala de aula, articulando saberes de uma forma transdisciplinar. Nessa perspectiva, as categorias de análise e conceitos estruturantes vinculadas à geopolítica mundial colaboram com a compreensão de problemáticas histórico-sociais de diversos países do mundo pelos estudantes, que utilizam seu arcabouço cultural para teorizar e debater na linguagem própria das Relações Internacionais.

Para dar subsídio e suporte didático-teórico aos estudantes, foi desenvolvida uma disciplina eletiva no Anália, fundamentada no curso de formação de professores promovido pela FACAMP na segunda metade de 2020. Denominada “ONU”, essa eletiva foi oferecida aos estudantes do Ensino Médio no primeiro semestre de 2021. A dinâmica de inscrição dos estudantes para este estudo de aprofundamento favoreceu a formação de salas mistas das diferentes séries do segmento, fato que oportunizou a troca de ideias em um ambiente pulsante de compartilhamento de experiências. Dividida em 3 módulos (1. Introdução à ONU; 2. Assembleia Geral da ONU; 3. Conselho de Segurança da ONU), a eletiva “ONU” contou com ações educativas formuladas a partir de metodologias ativas de aprendizagem.

Aula da Eletiva “ONU” – Argumentação e debate em busca do consenso (Colégio Jardim Anália Franco-SP)

O Módulo 1, Introdução à ONU, teve o foco de aprendizagem na estruturação de conceitos sobre a Organização das Nações Unidas. Na primeira aula, a fim de avaliar o conhecimento prévio dos estudantes, foi elaborado um World Café, em que os estudantes passavam por 3 estações e respondiam questões simples sobre a ONU, como: “O que é?”, “Qual a importância?” e “Qual o problema?”. As aulas seguintes foram planejadas em estações transmídias, com imagens, podcasts e reportagens de jornais e revistas, com o objetivo de os estudantes compreenderem a formação e a importância da ONU, bem como a base filosófica da Organização a partir do conceito de “Direitos Humanos”. O primeiro módulo terminou com uma palestra da Profª Drª Regina Laisner, sobre a diferença entre o curso “Relações Internacionais” e as relações internacionais, na prática, que se dá entre os países.

Os Módulos 2 e 3 foram desenvolvidos na tríade: conhecimento específico, argumentação-debate e ações burocráticas da ONU. Na primeira etapa, discussões sobre Assembleia Geral da ONU (Módulo 2) e sobre o Conselho de Segurança da ONU (Módulo 3) se fizeram necessárias para ambientalizar os estudantes sobre as especificidades de cada órgão deliberativo, político e representativo. A posteriori, ocorreram treinamentos de argumentação e debates embasados no princípio do consenso, com o treinamento de linguagem apropriada e estudos individuais de problemáticas geopolíticas de países aleatórios vinculados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Por fim, os estudantes foram instigados a escrever discursos, com tempo determinado, além de treinamento na proposição de atas para a formulação do documento oficial do evento em momentos de debates e definições. Na última aula da eletiva, simulamos uma Assembleia Geral a partir de um tema predefinido pelo consenso dos participantes.

O Ensino Médio do Anália possibilita vivências em que os estudantes aprendem para a vida. Nesse sentido, para além do curso programático, o Comitê do Colégio Jardim Anália Franco foi formado para participação ativa no 8º FAMUN, realizado on-line, em setembro deste ano. Com a temática “Right to development rise for all”, nossas estudantes construíram um discurso sólido, a partir da necessidade de descentralização do uso das energias e proposição de soluções técnico-educativas locais com incentivos fiscais, para o desenvolvimento sustentável em todo o planeta. O discurso em questão ganhou visibilidade no evento devido às justificativas apresentadas e às estratégias articuladas na resolução de problemas, tendo trechos publicados no documento oficial do FAMUN 2021.

Discurso da Head Delegate do Comitê do Anália e destaque na documentação oficial do 8º FAMUN (Colégio Jardim Anália Franco-SP)

Nesse sentido, a formação de estudantes íntegros, interativos e investigativos se inicia em sala de aula e ganha espaço em outros territórios formativos, permitindo a compreensão da realidade e a proposição de mudanças significativas ao mundo. Sendo assim, a escola potencializa a formação de cidadãos globais com capacidade de pensar e agir no mundo.

 

Prof. Gabriel Pironcelli Kazukas

Doutorando em Geografia Humana (Educação 4.0 – USP)

Mestre em Geografia Humana (Cidades Inteligentes-USP e UAM-Espanha)

Bacharel e Licenciatura em Geografia (USP)

Docente do Colégio Jardim Anália Franco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.