Trabalho voluntário: essencial para a construção de um ser humano melhor

Trabalho voluntário: essencial para a construção de um ser humano melhor

Do Colégio

24 Agosto 2016 | 11h57

A distribuição de renda no planeta é muito discrepante. Esse quadro de desigualdade existe desde os primórdios da sociedade e continua na era da tecnologia e globalização. Estudo da organização não-governamental britânica Oxfam, baseado em dados do banco Credit Suisse relativos a outubro de 2015, aponta que apenas 1% da população mundial detém a mesma riqueza dos 99% restantes.

Diante desse quadro alarmante, uma iniciativa, que não é nova, mas é necessária, ganha extrema importância: o trabalho voluntário. A atividade nada mais é do que a prestação de serviço sem intenção de lucro, ou seja, uma pessoa se propõe a trabalhar em prol de uma causa sem receber remuneração em troca disso. Mas se é uma atitude tão importante, por que ainda temos poucas pessoas realizando trabalho voluntário?

Consciente dessa importância, o Colégio Horizontes incentiva e ensina seus alunos sobre a necessidade social do trabalho voluntário. Durante o ano letivo, os estudantes participam de diversas ações humanitárias nas quais têm a oportunidade de vivenciar a experiência de ajudar o próximo.

Entre as atividades humanistas realizadas pelos estudantes estão doações de alimentos, agasalhos e roupas, além de doação de livros, que são produzidos pelos alunos do 9º ano ao Ensino Médio durante a Oficina de Texto.

Datas comemorativas também são marcadas pelo voluntariado. Na semana do Dia das Mães, por exemplo, os estudantes do Horizontes visitam uma creche para confeccionar junto com os pequenos um presente para levarem às suas mães. Na época da Páscoa, os alunos doam ovos de 100g para as crianças da creche Nossa Senhora de Fátima e Casa Maria Helena Paulino, entre outras instituições. Além disso, essas mesmas crianças são convidadas a passar um dia no Horizontes, onde são recepcionadas pelos alunos do 9º ano. Esses estudantes são os responsáveis por apresentar a escola, brincar, dar lanche aos menores e promover espetáculo de circo ou teatrinho (encenado pelos alunos do integral).

Alunos do 9º ano do Horizontes durante ação solidária na última páscoa. Foto: Divulgação

Alunos do 9º ano do Horizontes durante ação solidária na última Páscoa. Foto: Divulgação

Tais experiências são essenciais no desenvolvimento do caráter desses jovens. “O trabalho voluntário é um instrumento de construção da consciência, da tolerância e da paz, fundamentais para o mundo. Os alunos que participam de trabalhos voluntários serão seres humanos melhores. Esses jovens tornar-se-ão pessoas mais sensíveis, conscientes e solidárias, pois essas atitudes não trarão ganhos financeiros, mas algo muito maior: uma sensação de autossatisfação, autoestima e, principalmente, a criação e fortalecimento de laços de amizade, que nenhum dinheiro no mundo paga”, afirma Gabriela Lian Branco Martins, diretora do Colégio Horizontes.