A Cultura Internacional e a Criança

Colégio Bis

26 Maio 2018 | 20h30

Entre as coisas mais importantes na vida do ser humano o aspecto cultural é o que mais amplia e transforma a visão de mundo. O conhecimento é um dos maiores legados que alguém pode ter na vida.

Se você gosta de viajar pelo Brasil já notou as diferenças regionais. Em São Paulo, se diz “bolacha”, no Rio se diz “biscoito”, e para o povo mineiro quase tudo pode ser definido como “trem”. Se dentro do Brasil já temos grandes diferenças culturais, imagina quando se trata de dois países diferentes, como Brasil e Inglaterra? Os aprendizados são tantos! Essa imersão em uma cultura internacional traz à criança um descortinar de oportunidades.

Hoje se vê muito a expressão inglesa “Keep Calm” sendo utilizada de muitas formas nas redes sociais. Nem todo mundo sabe que o termo “Keep Calm and Carry On” foi um slogan criado pelo governo britânico como uma forma de tranquilizar a população sobre uma possível invasão inimiga. O sentido da frase em português é: “Fique tranquilo e siga em frente”.

Como a criança bilíngue vê o mundo?

Não se trata apenas de aprender uma nova língua. Vai muito além! Alguns aspectos só podem ser experimentados se você conhecer o contexto histórico, social, político, bem como a identidade de um povo, a literatura, a gastronomia, os hábitos e as tradições. Sem essas barreiras, o conhecimento se torna divertido, prazeroso e mais natural. Dessa forma, a criança estará livre para aprender conteúdos de livros, filmes, seriados, teatros e até as viagens internacionais serão ainda mais especiais.

A criança que aprende outra cultura traz uma bagagem incomum, um repertório para a vida. Esse novo mundo se torna muito maior para ela, pois a faz pensar de maneira mais abrangente – o que seria impossível sem esse “choque cultural”. Crianças expostas a outras culturas têm habilidades sociais muito peculiares: se tornam mais flexíveis, abertas ao mundo e mais preparadas para o futuro.

Photo by Annie Spratt on Unsplash