As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Literatura de Cordel enriquece aprendizado

Thais Gonzales

23 de setembro de 2019 | 12h58

Os alunos do 6º ano do Colégio Alicerce estão conhecendo a Literatura de Cordel. O estilo é tão rico e diversificado que é mais uma ferramenta para desenvolver o comportamento leitor. Para enriquecer o aprendizado, a turma recebeu o escritor, poetam xilógrafo e cordelista João Gomes de Sá.

Nada melhor do que observar e ouvir quem tanto entende do assunto para que o conhecimento faça muito sentido. Com naturalidade e simpatia, o cordelista mostrou o uso desse linguajar despreocupado, regionalizado e informal. A métrica e a rima despertaram a curiosidade dos estudantes. As músicas, as temáticas, que geralmente remetem à cultura nordestina, e as metáforas sempre abrem caminho para boas discussões.

A Literatura de Cordel traz ganhos na leitura e na escrita nessa fase dos alunos. Ler em voz alta e prestar atenção na diferença entre a linguagem falada e a formalidade exigida pela norma culta durante a escrita fazem parte do aprendizado. Uma aula que envolveu o grupo com cultura, poesia, rimas, entretenimento e diversão.

Apresentar esse gênero textual também é uma forma de reconhecer sua importância como patrimônio cultural do povo paraibano, nordestino e brasileiro. O projeto foi empolgante.

Agradecemos o bate-papo com o João Gomes de Sá!

 

 

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: