Experiências na educação infantil: brincar é aprender
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Experiências na educação infantil: brincar é aprender

Thais Gonzales

11 de dezembro de 2019 | 20h27

A partir dos três anos, um marco acontece na vida da criança: ela amplia diariamente o vocabulário e começa a inventar diálogos peculiares e apaixonantes. Ela cria histórias, personagens e mergulha no fantástico universo do faz de conta. Isso faz parte da Educação Infantil do Colégio Alicerce.

Enquanto brincam, os pequenos aprendem. Em uma brincadeira com barcos e asas de aviões, por exemplo, a professora Gislaine estimulou o desenvolvimento da lateralidade. Algo fundamental e que auxilia na orientação espacial. Com essa habilidade, a criança percebe em si a dominância dos lados direito e esquerdo e também nas coisas ao seu redor, podendo se orientar melhor no espaço.

Ao som da música “Vento soprou”, os alunos descobriram que o vento é muito importante. Ele transporta umidade, ameniza o calor e é essencial para alguns meios de transporte especificamente, como navios, aviões e helicópteros. As crianças exploraram o equilíbrio e o movimento em momentos de integração com os colegas.

A atividade favoreceu ainda a consciência corporal. Com ela, vão identificar cada vez os sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato) e ganhar mais coordenação. Além disso, ampliarão o repertório de palavras para se comunicar e interagir.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: