As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Confira 7 estímulos que ajudam na alfabetização

Thais Gonzales

24 Agosto 2018 | 21h16

Aprender a ler e a escrever é um marco real na vida de toda criança. Mas é importante saber que há muito a fazer no que diz respeito à estimulação antes da alfabetização propriamente dita.

Segundo Amanda Amorim, psicopedagoga da Clínica Espaço Construir, quando estimuladas, as crianças pensam sobre a escrita antes mesmo de ter contato com as letras em específico. Elas têm acesso a essa prática quando ouvem histórias ou se deparam com adultos leitores. “Elas passam a pensar e a levantar hipóteses acerca da leitura, por exemplo”, diz.

Conversar e brincar são formas de estimular a pré-alfabetização. “É importante trabalhar a memória, a atenção e o planejamento, habilidades essenciais para aprender a ler e escrever”, ressalta a psicopedagoga.

A coordenadora do Colégio Alicerce, Cristiane Fernandes, acrescenta que, durante uma brincadeira, a criança desenvolve diversas capacidades, como a motricidade, a imaginação, a criatividade, entre outras.

Algumas atividades podem e devem ser promovidas em casa e na escola desde cedo. Confira:

Musicalização – pode ser inserida desde o berçário. Potencializa a concentração, a criatividade e o raciocínio.

Contação de história – estimula o conhecimento, a imaginação e a percepção auditiva e emocional.

Letras – reconhecimento e nomeação das letras, bem como dos números em jogos, por exemplo.

Massinha  – auxilia na coordenação motora fina.

Brincar –  pular corda e alinhavos.

Jogos – da memória, da velha, dominó, quebra-cabeças trabalham  atenção e a concentração.

Mão na massa – tanque de areia, cultivar horta e culinária também contribuem no processo de alfabetização e no desenvolvimento como um todo.

  • Essas e muitas outras atividades acontecem na Educação Infantil no Colégio Alicerce, contribuindo para um processo de alfabetização lúdico e tranquilo.