Universidade da Nova Zelândia promove concurso internacional de design para estudantes do Ensino Médio

Universidade da Nova Zelândia promove concurso internacional de design para estudantes do Ensino Médio

Andrea Tissenbaum

29 de maio de 2021 | 11h43

Concurso Earth Guardians 2021 | Massey University

Concurso Earth Guardians 2021 | Massey University

Alunos brasileiros interessados em participar devem criar um personagem e fazer inscrição até 30/06.  

Estudantes brasileiros entre 14 e 18 anos têm até 30 de junho para participar da segunda edição do concurso internacional de design ‘Earth Guardians” (Guardiões da Terra). Lançado pela Massey University, da Nova Zelândia, a competição pretende conscientizar os estudantes sobre a preservação do planeta. As inscrições estão abertas no site do concurso.

Na primeira categoria internacional, o prêmio será um tablet digital HD Wacom Cintiq Pen Display de 16 polegadas com caneta, para incentivar o vencedor a seguir criando e aprimorando suas técnicas de design. Já na segunda, os cinco melhores trabalhos serão premiados com um ano de assinatura dos programas Adobe Stock ou do Adobe Creative Cloud. A escolha dos vencedores será feita por uma comissão formada por artistas, diretores de artes, especialistas na indústria de jogos e designers. 

Para os concorrentes, o desafio é criar um personagem original que irá defender o meio ambiente se inspirando em elementos da natureza, lendas e folclore. É necessário descrever, em inglês e com até 300 palavras, o processo de criação e a inspiração para o design. Isso quer dizer explicar a origem do personagem, seu nome, onde mora, quais características ou poderes especiais tem, mitos, lendas locais e demais inspirações para cria-lo e, é claro, as técnicas de desenho escolhidas para sua construção, bem como os materiais utilizados. 

Após desenvolver todo esse processo e criar a imagem do personagem, os estudantes devem realizar a inscrição online. Cada participante pode fazer duas inscrições, desde que os personagens sejam diferentes. Ao todo, o concurso “Guardiões da Terra” vai premiar onze vencedores, sendo duas categorias destinadas a estudantes internacionais: International Ultimate Concept Artist Award e International Rising Stars Highly Commended Awards.

Indústria criativa é destaque na Nova Zelândia 

O desafio da Massey University conta com o apoio da Weta Workshop, criada pelo cineasta Peter Jackson e responsável por alavancar, há duas décadas, a posição da Nova Zelândia como um dos principais países para a produção de efeitos especiais para a indústria cinematográfica de Hollywood. O estabelecimento da Weta na capital Wellington impulsionou a geração de mão de obra altamente qualificada em diferentes especialidades de pós-produção de filmes: desde o design de personagens até a construção de cenários digitais. A empresa já arrebatou seis Oscars na categoria de efeitos especiais. 

A produção cinematográfica na Nova Zelândia também impulsionou a criação de cursos superiores. Os programas já estão entre os melhores do mundo e recebem estudantes de todos os continentes. A própria Massey University, criadora do desafio de design, conta com uma faculdade dedicada às artes criativas, com cursos de graduação e pós-graduação em áreas como animação, cinema, som, desenvolvimento de games e outros. 

Todas as universidades da Nova Zelândia estão classificadas entre as melhores do mundo, de acordo com os respeitados índices internacionais QS World University Rankings e Times Higher Education. Vale ressaltar que a Nova Zelândia é uma das nações que melhor educa para o futuro – o país ocupa a terceira posição (é primeiro entre os países de língua inglesa) do ranking mundial realizado e divulgado pela The Economist Intelligence Unit

Sobre a Education New Zealand(ENZ)   

A Education New Zealand (ENZ) é a principal agência do governo para a divulgação e representação da educação da Nova Zelândia em âmbito internacional. Com o objetivo de tornar a Nova Zelândia conhecida como destino para estudantes internacionais e como a mais importante parceira para conhecimento e serviços ligados à educação, a ENZ conta com 70 funcionários em mais de 20 localidades e é dirigida por uma junta nomeada pelo Ministro de Educação Superior, Competências e Ofícios.   

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais.
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no FacebookTwitter e Instagram.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.