São Paulo é ranqueada 86ª melhor cidade estudantil do mundo

São Paulo é ranqueada 86ª melhor cidade estudantil do mundo

Andrea Tissenbaum

01 de julho de 2022 | 09h31

Foto: Guilherme Stecanella, via Unsplash

Foto: Guilherme Stecanella, via Unsplash

A décima edição do QS Best Student Cities Ranking fornece aos alunos dados independentes sobre uma série de fatores relevantes para suas decisões de estudo. Vale a pena conferir!

Impulsionada pela qualidade de suas universidades, boas perspectivas de emprego para seus graduados e alta acessibilidade, São Paulo acaba de ser ranqueada 86ª melhor cidade estudantil do mundo – a quarta melhor classificação da América Latina, segundo o último QS Best Student Cities Ranking. O ranking das universidades de São Paulo também melhorou este ano, subindo nove posições e atingindo o 32º lugar no respeitado QS World University Ranking.

Os resultados, recém divulgados pela consultoria global de ensino superior QS Quacquarelli Symonds, também mostram a única outra cidade classificada do Brasil, Rio de Janeiro, estreando em 121º lugar globalmente.

A décima edição do QS Best Student Cities Ranking fornece aos alunos dados independentes sobre uma série de fatores relevantes para suas decisões de estudo: acessibilidade, qualidade de vida, padrão das universidades e opiniões de alunos que ali estudaram.

O ranking da QS classifica 140 cidades ao redor do mundo. Dessas, 58 melhoram, seis permanecem estáveis, 46 caem de posição e 30 são novas entradas. Confira os detalhes:

  • Londres ocupa o primeiro lugar no ranking pelo quarto ano, seguida por Munique e Seul, ambas em segundo lugar.
  • Alemanha, Austrália e Reino Unido abrigam duas das dez melhores cidades estudantis do mundo.
  • Londres ocupa o primeiro lugar, seguida por Seul e Munique, ambas empatadas no 2º lugar.
  • Edimburgo entra no top 10 do mundo, conquistando o 10º lugar.
  • A melhor cidade estudantil dos Emirados Árabes Unidos é Dubai, em 51º lugar no mundo.
  • Buenos Aires ocupa o primeiro lugar da América Latina e o 23º no mundo.
  • Boston é a cidade estudantil mais bem classificada nos EUA, 11ª no mundo.
  • Los Angeles e Kuala Lumpur entram no top 30, ficando em 30º e 28º, respectivamente.

Ben Sowter, diretor de pesquisa da QS, afirma: “o ranking das cidades estudantis deste ano é o maior de todos os tempos e o mais competitivo. Felizmente, o Brasil possui um dos sistemas de ensino superior mais fortes da América Latina, o que sempre o tornará um lugar invejável tanto para estudar quanto para viver”.

A QS classifica as cidades com uma população mínima de 250 mil habitantes e pelo menos duas universidades no QS World University Rankings. O ranking oferece uma visão poderosa sobre os sentimentos de alunos em potencial e ex-alunos, com mais de 98 mil respostas, contribuindo para os índices de Desejabilidade (estudantes em potencial) e Voz do Aluno (ex-alunos).

As seis métricas usadas pelo QS usa para compilar o ranking das Melhores Cidades Estudantis são:

  • Rankings: essa cidade tem algumas universidades bem classificadas?
  • Desejabilidade: é um lugar desejável para se viver? Futuros alunos expressam consistentemente uma preferência por estudar aqui?
  • Acessibilidade: é acessível para estudantes?
  • Atividade do Empregador: empregadores valorizam muito as universidades dessa cidade e há oportunidades econômicas para os formandos?
  • Student Mix: é um lugar diverso e tolerante para se viver? Tem uma grande população estudantil?
  • Voz do Aluno: alunos que estudaram nessa cidade a recomendam a seus colegas?

Quer saber mais sobre o ensino superior no globo? Confira o site da QS Top Universities AQUI.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais

Entre em contato: tissenglobal@gmail.com

Siga o Blog da Tissen no LinkedinInstagramFacebook Twitter.

Fonte: QS Quacquarelli Symonds

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.