Rijksmuseum, museu nacional da Holanda, oferece bolsas de pesquisa

Rijksmuseum, museu nacional da Holanda, oferece bolsas de pesquisa

Andrea Tissenbaum

26 de dezembro de 2019 | 08h14

Rijksmuseum Fellowship Program, Holanda | Foto: Christian Fregnan, via Unsplash

Rijksmuseum Fellowship Program, Holanda | Foto: Christian Fregnan, via Unsplash

Voltadas à nova geração de profissionais de museus, as bolsas contemplam mestres, doutores e candidatos à pós-doc em diversas áreas. Inscrições até 19/01.

Aberto à nova geração de profissionais de museus, o Rijksmuseum Fellowship Programme, está em busca de especialistas que desenvolverão a compreensão da arte, história e museologia da Holanda no futuro. Propostas de pesquisas internacionais independentes que abram novas perspectivas sobre a coleção do Rijksmuseum, sua história e atividades são bem-vindas.

O programa permite que candidatos talentosos realizem parte de suas pesquisas no Rijksmuseum e oferece acesso aos conhecimentos, coleções, bibliotecas e laboratórios do museu. Além disso, facilita oportunidades para que participarem de oficinas e excursões, com o objetivo de incentivar o intercâmbio de conhecimentos – entre eles e o público mais amplo do museu.

As inscrições para as seguintes bolsas estão abertas até 19 de janeiro de 2020:

  1. Andrew W. Mellon Fellowship – pesquisa em arte e história da cultura:

Aberta a doutores e candidatos a pós-doutorado, de todas as nacionalidades e com diversas especialidades, incluindo história da arte, história cultural ou estudos relacionados. Saiba mais AQUI.

  1. Terra Foundation Fellowship – pesquisa em fotografia americana:

Aberta a doutores e candidatos a pós-doutorado, de todas as nacionalidades, especializados em fotografia americana. Saiba mais AQUI.

  1. Johan Huizinga Fellowship – pesquisa histórica:

Aberta a mestres, doutores e candidatos a pós-doutorado, de todas as nacionalidades, com diversas especializações, como história, estudos de história cultural ou história da arte. Saiba mais AQUI.

  1. Migelien Gerritzen Fellowship – conservação e pesquisa científica:

Aberta a mestres, doutores e candidatos a pós-doutorado, de todas as nacionalidades, com especialização em ciências da conservação ou estudos relacionados. Saiba mais AQUI.

Importante: para estas quatro bolsas, candidatos devem comprovar capacidade acadêmica, de pesquisa, e excelente domínio da língua inglesa. Proficiência em um segundo idioma (idealmente holandês ou alemão) é um diferencial.

  1. J. S. Lee Memorial Fellowship – história da arte chinesa, arqueologia, curadoria, administração de museus e educação em museus: 

Criada em homenagem ao Dr. J. S. Lee, destacado filantropo de Hong Kong e apoiador do estudo da arte chinesa. Candidatos devem ter diploma de bacharelado em história da arte chinesa, administração de museus, arqueologia, conservação, educação em museus ou museologia. Bolsistas podem optar por residir no Rijksmuseum ou em outros museus do mundo e devem ter proficiência no idioma do país de destino. Não há restrições quanto à idade e nacionalidade dos candidatos. Saiba mais AQUI.

Para perguntas sobre o processo de inscrição, entre em contato com o Coordenador de Programas Acadêmicos: fellowships@rijksmuseum.nl.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no Facebook, Twitter e Instagram.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: