Instituto Weizmann abre seleção para bolsa de pós-doutorado

Instituto Weizmann abre seleção para bolsa de pós-doutorado

Andrea Tissenbaum

25 de maio de 2022 | 11h01

Foto: Trust

Foto: Trust “Tru” Katsande, via Unsplash

Destinadas a brasileiros, as inscrições para as “The Weizmann-IDOR Pioneer Science Fellowships” vão até 04/07. 

Está aberto o processo seletivo para bolsa integral de pós-doutorado “The Weizmann-IDOR Pioneer Science Fellowships”. Destinadas a brasileiros, as bolsas são oferecidas pelo Instituto Weizmann de Ciências de Israel, uma das mais respeitadas instituições de pesquisa multidisciplinar no mundo.

O edital prevê a seleção de projetos nas áreas de Ciências da Vida e da Saúde (incluindo os com interface em Matemática, Física, Química e Biologia) e que atendam aos requisitos acadêmicos do Instituto Weizmann de Ciências. Os selecionados terão a oportunidade de adquirir treinamento avançado ao longo de três anos no Instituto Weizmann de Ciências, e participarão de atividades científicas conjuntas entre o Instituto Weizmann de Ciências e o IDOR, visando estimular sinergias e colaborações sempre que possível.

> Confira os requisitos para participar:
– Cidadania ou residência brasileira.
– Excelência acadêmica comprovada.
– Doutorado ou MD de uma instituição de ensino superior credenciada (obtido não mais de quatro anos antes da data de inscrição para esta bolsa); ou uma confirmação da instituição de cumprimento dos requisitos de doutorado, incluindo a apresentação de uma tese.
– Declaração por escrito sobre os planos de carreira para o futuro e como planeja apoiar o desenvolvimento de comunidades científicas e infraestrutura no Brasil após a conclusão do treinamento no Instituto Weizmann.
– Plano de pesquisa em Ciências da Vida e da Saúde, ou em suas interfaces em Matemática, Física, Química e Biologia.

OBS: Bolsistas brasileiros de pós-doutorado que estão atualmente no Instituto Weizmann também podem se inscrever.

Após a conclusão do programa, os Fellows estarão especialmente capacitados a retornar ao Brasil e desenvolver suas carreiras científicas no IDOR ou em outras instituições, fortalecendo a ciência de alta qualidade no País. O IDOR planeja oferecer aos pesquisadores, em seu retorno, apoio financeiro e logístico para estruturarem seus grupos de pesquisa nas suas instalações, assim como apoiar viagens internacionais e organizar simpósios para cultivar as relações científicas construídas no exterior.

>> As inscrições vão até 4 de julho  e devem ser feitas pelo site do Instituto Weizmann.

O programa “Weizmann / IDOR Pioneer Science Fellows” integra a iniciativa Ciência Pioneira, lançada em 2021 com apoio filantrópico da família Moll e o objetivo de internacionalizar nossa ciência por meio da criação e fortalecimento de parcerias com instituições internacionais de ponta e intercâmbio de cientistas. O investimento em pesquisadores que buscam atuar em áreas de fronteira da Ciência e a valorização do trabalho do cientista no Brasil com ênfase na construção e transferência de conhecimento é o grande diferencial do projeto.

Fundado em 2010, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) é uma organização sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover o avanço científico, qualificação, disseminação do saber e a inovação na área de saúde.

O Instituto Weizmann de Ciências é um dos principais institutos multidisciplinares do mundo, contando com mais de 3 mil cientistas, técnicos de laboratórios e estudantes. Há mais de 70 anos reúne esforços que incluem a busca por novas formas de combater doenças e proteger o meio ambiente.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais.
Entre em contato: tissenglobal@gmail.com

Siga o Blog da Tissen no InstagramFacebook e Twitter.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.