Graduação no exterior: o que muda nas candidaturas para os EUA em 2021

Graduação no exterior: o que muda nas candidaturas para os EUA em 2021

Andrea Tissenbaum

18 de agosto de 2020 | 09h34

Foto: Anastasiia Chepinska. via Unsplash

Foto: Anastasiia Chepinska. via Unsplash

Mais de 1.450 universidades optam por não exigir os exames SAT e ACT, importantes critérios de admissão nos EUA. Entenda o que está acontecendo.

A pandemia do novo coronavírus tem impossibilitado diversos estudantes que vão se candidatar a universidades estadunidenses em 2021 a realizarem os exames SAT ou ACT. Aplicados a alunos do ensino médio no mundo todo, correspondem ao ENEM e são importantes critérios de admissão.

Ficar horas em uma sala silenciosa, repleta de gente, respondendo a perguntas de múltipla escolha, não é uma boa ideia neste momento. Por isso, o SAT e o ACT têm sido sistematicamente cancelados em várias cidades brasileiras e em outras partes do mundo também.

Reconhecendo essa dificuldade e preocupadas em manter os alunos seguros, diversas universidades nos Estados Unidos mudaram suas políticas de admissão e deixaram de exigir o SAT ou ACT. Na nova diretriz de acomodação frente à pandemia, a apresentação dos resultados dos exames passa a ser opcional, permitindo que os alunos decidam se os devem incluir ou não em suas candidaturas.

A notícia, que tem sido publicada nos mais diferentes veículos americanos, revela que mais de 1.450 instituições de ensino superior estadunidenses já tornaram os testes opcionais para 2021. Dentre elas, estão as 10 do grupo University of California e as oito prestigiadas Ivy League Schools: Brown, Columbia, Cornell, Dartmouth College, Harvard, Pennsylvania, Princeton e Yale.

Embora o número de universidades aderindo à essa tendência suba a cada dia, não prestar o SAT ou o ACT gera muita insegurança e dúvida entre os alunos e seus pais. No entanto, nos sites de várias instituições de ensino, a afirmação de que nenhum estudante será prejudicado por não apresentar o exame em sua candidatura é recorrente e visita-los para entender bem o que está acontecendo, importante. Veja abaixo as manifestações de algumas universidades:

“A Universidade da Califórnia (UC System) reconhece os desafios que os alunos enfrentam devido à pandemia do COVID-19 e, em resposta, está temporariamente suspendendo a exigência dos testes padronizados para os que se inscrevem para admissão no outono de 2021. Os campi ajustarão seus processos internos de acordo para garantir que nenhum aluno seja prejudicado no processo seletivo, caso não envie a pontuação do teste. Esta modificação no requisito do teste é uma acomodação temporária impulsionada pelas atuais circunstâncias extraordinárias”. University of California System Website

“Os alunos que não enviarem os testes padronizados em 2021 não serão prejudicados no processo de candidatura. Suas inscrições serão consideradas com base no que eles apresentaram, e eles são incentivados a enviar qualquer material que possa transmitir suas realizações no ensino médio e em sua promessa para o futuro”. Harvard Website

“Devido ao cancelamento de datas dos testes SAT e ACT, mais de 1.200 faculdades e universidades dos EUA anunciaram que estão mudando para uma política de teste opcional. Ao transformar o requerimento do teste para opcional, as instituições estão fazendo uma declaração definitiva de que não precisarão das notas para tomar suas decisões de admissão em 2021. Apesar da mudança nas políticas, os alunos do ensino médio e seus pais estão perguntando: ‘O teste opcional realmente significa teste opcional?’ A resposta, simples, é: SIM. As universidades com políticas opcionais de teste em vigor afirmam que não penalizarão os alunos pela ausência de uma pontuação de teste padronizada. Juntos, apoiamos fortemente uma abordagem holística e centrada no aluno para admissão e isso não prejudicará nenhum aluno sem uma pontuação no teste”. National Association for College Admission Counseling – NACAC

É claro que fazer a candidatura à graduação optando por não declarar o resultado dos exames é uma decisão que cabe a cada estudante e sua família. No entanto, diante dos frequentes cancelamentos e da provável impossibilidade de fazer os exames, vale se aprofundar no tema e conferir a lista de universidades que não vão exigir o SAT e o ACT em 2021. Não se esqueça de clicar no nome das universidades para compreender exatamente quais são as opções oferecidas por cada uma delas.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais.
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no FacebookTwitter e Instagram.

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: