Governo da Irlanda oferece bolsas no Trinity College, em Dublin

Governo da Irlanda oferece bolsas no Trinity College, em Dublin

Andrea Tissenbaum

15 de março de 2022 | 07h56

Foto: Jeremy Bezangeri, via Unsplash

Foto: Jeremy Bezangeri, via Unsplash

São 60 bolsas para o último ano de graduação, mestrado ou  doutorado em todas as áreas do conhecimento. Até 25/03.

As inscrições para o programa de bolsas do governo da Irlanda estão abertas. Destinadas a estudantes não europeus com alto desempenho acadêmico, as bolsas cobrem o valor integral do programa de estudo escolhido, por um ano, no Trinity College em Dublin. Além disso, €10,000 serão concedidos aos bolsistas escolhidos para apoiar custos de moradia e despesas diárias.

> Confira quais programas estão abertos para candidatura:

– Último ano do curso de graduação
– Programas de mestrado de um ano – “taught masters degree”
– Um ano de um programa de pesquisa (ex. um dos dois anos de um mestrado de pesquisa ou de um doutorado).

Bolsistas selecionados começarão seus estudos em setembro/outubro de 2022.

Para aproveitar a oportunidade, candidatos devem ter sido admitidos em um dos programas contemplados pelas bolsas e ter em mãos uma oferta condicional ou final para admissão no Trinity College London no momento da inscrição para a bolsa.

As inscrições devem ser feitas por meio deste LINK até o dia 25 de março de 2022.

> Documentos a apresentar:

– Passaporte
– Carta de motivação
– Duas cartas de recomendação
– Diploma universitário, comprovante de matrícula na graduação
– Histórico escolar com tradução juramentada
– Proficiência em inglês: IELTS, TOEFL

Perguntas sobre as inscrições devem ser enviadas para goi-ies@hea.ie. Informações detalhadas, incluindo um documento de perguntas frequentes, podem ser encontradas no site www.Hea.ie.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais.
Entre em contato: tissenglobal@gmail.com

Siga o Blog da Tissen no InstagramFacebook e Twitter.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.