França oferece mais de 1.500 vagas para doutorado

França oferece mais de 1.500 vagas para doutorado

Andrea Tissenbaum

30 de abril de 2019 | 11h39

Formatura de Doutores na Universidade Sorbonne | Foto: CamilleStromboni, via Wikimedia Commons

Formatura de Doutores na Universidade Sorbonne | Foto: CamilleStromboni, via Wikimedia Commons

Interessados em realizar seus estudos e pesquisa na França devem aproveitar as próximas semanas para enviar suas candidaturas via Campus France.

Brasileiros interessados em realizar um doutorado na França devem aproveitar as próximas semanas para enviar suas candidaturas. No catálogo de escolas doutorais do Campus France Brasil, é possível acessar mais de 1.500 chamadas abertas para doutorado pleno, pós- doutorado e estágio de mestrado nas mais diversas áreas. A maior parte das ofertas prevê financiamento via contrato doutoral ou bolsa de estudos.

Para verificar os pré-requisitos e datas limites de inscrição, é preciso acessar o site do Campus France. Ali, além de acessar as vagas existentes, os pesquisadores também podem conhecer as diferentes linhas de pesquisa das escolas, critérios de seleção, documentos necessários e exigências do idioma, que variam entre as instituições de ensino. Saiba mais AQUI.

Anualmente, a França investe cerca de 48 bilhões de euros em pesquisa, ou seja, 2,24% de seu PIB. Existem 270 escolas doutorais ligadas a 2500 laboratórios de pesquisa públicos espalhados por todo o país. Cerca de 42% dos doutorandos na França são estrangeiros.

O país oferece inúmeros mecanismos de financiamento para doutorandos internacionais. Uma ferramenta útil para buscá-los é o catálogo de bolsas do Campus France Brasil, onde constam 83 oportunidades disponíveis para brasileiros. Vale dizer que o doutorado na França pode ser concluído em três anos e a taxa de inscrição anual é de 380 euros.

Futuros doutorandos também podem verificar junto à escola, a possibilidade de estabelecer um contrato doutoral e trabalhar como pesquisadores durante seus estudos. Outras instituições que podem assinar contratos são a Agência Nacional de Pesquisa ou órgãos franceses de pesquisa, como o Cnes, CNRS e CEA, entre outros. Além disso, também podem buscar financiamento junto à empresas ou à União Europeia. Saiba mais AQUI.

Quem deseja conhecer os setores de ponta da pesquisa francesa, aprender o idioma e ainda estabelecer uma rede de contatos com laboratórios, empresas, cientistas e professores, pode participar dos programas de curta duração French + Sciences, a um custo bastante razoável.

Organizados pelo Campus France, os French & Sciences são ministrados em inglês e têm duração de três ou quatro semanas. A programação inclui conferências, debates, visitas técnicas, apresentações de oportunidades de estudos, tutoria individual, aulas de francês e atividades culturais.

Sobre o Campus France Brasil
Presente em mais de 110 países, Campus France é a agência governamental francesa responsável pela promoção do ensino superior, o acolhimento e a mobilidade internacional. A agência é ligada aos ministérios franceses da Educação e das Relações Exteriores. No Brasil, está vinculada ao Serviço de Cooperação e de Ação Cultural da Embaixada da França.
A agência Campus France Brasil oferece orientação personalizada e gratuita aos interessados em estudar na França, e também centraliza o procedimento de candidatura para grande parte das universidades do país europeu. Atualmente, conta com escritórios em São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no InstagramFacebook e Twitter.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.