França abre campanha de candidatura para ensino superior

França abre campanha de candidatura para ensino superior

Andrea Tissenbaum

06 Dezembro 2016 | 10h20

Bordeaux | Crédito: Divulgação

Bordeaux | Crédito: Divulgação

Interessados em fazer graduação e pós-graduação na França durante o ano letivo 2017-2018 podem enviar dossiê por meio do site Campus France Brasil.

Candidatos interessados em fazer graduação e pós-graduação na França no ano letivo 2017- 2018 já podem enviar suas candidaturas por meio do site Campus France Brasil, a agência francesa para promoção do ensino superior. Os dossiês eletrônicos devem conter informações sobre os percursos acadêmico e profissional dos candidatos, além de motivação e outros anexos.

A data limite para envio dos dossiês varia de acordo com a área de estudo e o curso desejado. O prazo máximo é março de 2017. As aulas na França têm início em setembro.

Todas as informações sobre o processo de candidatura podem ser encontradas no site do Campus France Brasil.

Alta no número de candidaturas individuais
A França é o terceiro país mais procurado por estudantes que querem estudar no exterior. Todos os anos, cerca de 300 mil alunos estrangeiros são acolhidos pelas universidades e outras instituições de ensino superior francesas.

Cerca de 4 mil brasileiros viajam para a França a cada ano para estudar. Em 2016, a agência Campus France Brasil registrou alta de quase 60% nas candidaturas independentes para graduação e pós-graduação, apesar da crise econômica.

>> Benefícios para brasileiros
O custo relativamente baixo dos estudos na França é um dos principais fatores de escolha dos alunos estrangeiros. Todas as universidades são públicas e têm o mesmo nível de qualidade. O governo francês assume 90% do custo do ensino e não há distinção entre estudantes franceses e estrangeiros.

Brasileiros pagam a mesma taxa de matrícula que os franceses.

Com o visto de estudante de longa duração, é possível trabalhar meio período. E os alunos matriculados em instituições de ensino francesas têm acesso a restaurantes universitários, auxílio-moradia e planos especiais para transporte. Além disso, os brasileiros que vão para a França podem se candidatar a mais de 200 programas de bolsas de estudo.

>> Anuidades estimadas:
Universidades – 200 a 400 euros
Escolas de Engenharia – 600 euros
Escolas de Arquitetura – 400 a 900 euros
Escolas privadas – 5 a 12 mil euros

Sobre o Campus France: 
Presente em mais de 110 países, Campus France é a agência governamental francesa responsável pela promoção do ensino superior, acolhimento e mobilidade internacional. A agência é ligada aos ministérios franceses da Educação e das Relações Exteriores. No Brasil, está vinculada ao Serviço de Cooperação e de Ação Cultural da Embaixada da França.

A agência Campus France Brasil oferece orientação personalizada e gratuita aos interessados em estudar na França. Centraliza o processo de candidatura para grande parte das universidades do país europeu. Além do registro dos cursos desejados e envio de documentos, o procedimento Campus France, destinado exclusivamente a estudantes brasileiros ou estrangeiros aqui residentes, inclui uma taxa administrativa e uma entrevista presencial no Brasil.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Siga o Blog da Tissen no Facebook e no Twitter

Fonte: Campus France Brasil