Ex-bolsistas brasileiros no Reino Unido debatem leis e direitos humanos

Ex-bolsistas brasileiros no Reino Unido debatem leis e direitos humanos

Andrea Tissenbaum

10 Maio 2016 | 17h21

Foto: UK in Brazil

Foto: UK in Brazil

Ex-bolsistas do programa Chevening lançam em São Paulo o Chevening Legal & Human Rights Group com o propósito de estudar e debater leis e direitos humanos. 

Brasileiros que estudaram em universidades britânicas como bolsistas do programa Chevening reuniram-se na última segunda-feira, em São Paulo, para lançar o Chevening Legal & Human Rights Group, associação que vai se debruçar nos estudos e debates sobre leis e direitos humanos. No lançamento do grupo, que hoje conta com aproximadamente 200 profissionais das mais diversas áreas do direito, além de representantes da Câmara de Comércio Britânica e do setor de negócios, houve debate sobre anticorrupção e cenário de negócios sob a ótica do Brasil e Reino Unido, além do uso da lei e os efeitos da atual instabilidade no ambiente de negócios. 

No próximo dia 12 de maio, acontece em Londres o Anti-Corruption Summit, primeira cúpula internacional de líderes com o objetivo de debater em âmbito internacional a corrupção no setor público e iniciativa privada. A cúpula vai reunir representantes do G20, líderes de organizações internacionais com Nações Unidas, Banco Mundial, OCDE, IMF e de vários países que se dedicam à luta contra a corrupção.

O Chevening Legal & Human Rights Group é uma iniciativa formal de reunir os ex-alunos da área de direito do programa de bolsas de estudo presente no Brasil há mais de 30 anos. Durante esse tempo, o programa de bolsas Chevening já beneficiou 1500 brasileiros de diferentes regiões, áreas e classes sociais. São pessoas que tiveram a chance de estabelecer laços sociais, culturais, acadêmicos e comerciais com o Reino Unido e outros Cheveners de todo o mundo. 

“O Chevening acredita no potencial do profissional brasileiro e no retorno que nossos bolsistas trazem ao país depois de sua temporada de estudos no Reino Unido. O alto nível do debate sobre corrupção e negócios no evento de segunda-feira nos deu a certeza de que estávamos diante de grandes líderes da área. É um privilégio contribuir para o desenvolvimento profissional de um país que, para nós, é prioridade”, diz Caroline MacDonald, responsável pelo Chevening no Brasil.

>> Quer saber mais sobre o programa de bolsas Chevening? Conheça a história de Olga, a bolsista do esporte

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Siga o Blog da Tissen no Facebook e no Twitter

Fonte: Embaixada Britânica