Escola Politécnica Federal de Lausanne oferece 48 bolsas para doutorado

Escola Politécnica Federal de Lausanne oferece 48 bolsas para doutorado

Andrea Tissenbaum

20 de janeiro de 2021 | 13h22

Foto: Baptiste Gousset, via Unsplash

Foto: Baptiste Gousset, via Unsplash

Destinado a candidatos interessados em criar uma sociedade sustentável, o inovador EPFLglobaLeaders contempla 21 programas. 

Ranqueada entre as 20 melhores universidades do mundo, a École Polytechnique Fédérale de Lausanne, EPFL, tem por missão fornecer educação de primeira linha, fomentar pesquisas pioneiras e promover inovação tecnológica de ponta.

Mais de 10 mil alunos e 3.500 pesquisadores de 120 países compõem a comunidade EPFL, empenhada em exercer um papel fundamental na criação de uma sociedade sustentável, com base na inovação tecnológica. Para isso, além de gerar novos conhecimentos e tecnologia, a instituição  prepara lideranças científicas responsáveis, capazes de pensar fora da caixa e imaginar soluções abrangentes para questões sociais críticas.

Programa de bolsas de doutorado inovador, o EPFLglobaLeaders visa atrair candidatos de destaque de todo o mundo com potencial e perfil para se tornarem líderes na transição para sociedades sustentáveis.

O programa é feito para aumentar o conhecimento e consciência de seus pesquisadores em questões sociais urgentes e ampliar sua capacidade de apresentar respostas inovadoras aos desafios globais. Além disso, visa prepará-los para assumir funções de liderança em empresas privadas, instituições de pesquisa acadêmica, ou organizações sem fins lucrativos comprometidas com a criação de uma sociedade sustentável.

A partir de setembro de 2021, 48 bolsistas se beneficiarão de um treinamento multifacetado que envolve colaboração de três a 12 meses com o setor não acadêmico (estágio), co-orientação da tese de doutorado pelo parceiro não acadêmico e um treinamento de liderança obrigatório que envolve cursos em liderança e gestão, sustentabilidade e inovação.

As bolsas EPFLglobaLeaders, de 48 meses, contemplam todas as áreas de pesquisa EPFL, o que permite que os candidatos escolham um programa de estudo entre seus  21 doutorados. Incluem um apoio financeiro mensal de 1.935 euros e cobertura de outros custos envolvidos com a pesquisa do aluno.

> Critérios de candidatura:
– Possuir um grau de mestre (ou equivalente) antes de assinarem seu contrato de trabalho.
– Ser pesquisador em estágio inicial, isto é, no momento em que assinar seu contrato com a EPFL, não ter completado mais de quatro anos de pesquisa em tempo integral.
– Não ter residido ou realizado seu trabalho / estudos na Suíça por mais de 12 meses nos três anos anteriores ao prazo do convite para o Doutorado.

As inscrições, realizadas em duas etapas, acontecem online e vão até 15 de abril:
1. Envio da inscrição pelo candidato à EPFL Doctoral School (EDOC) por meio do formulário de inscrição online. Candidatos ao programa EPFLglobaLeaders devem fornecer algumas informações específicas, além das solicitadas pela EDOC.
– Envio de um pedido apresentado pelo(a) orientador(a) da tese após sua correspondência com ele/ela.

Todos os detalhes sobre o processo de inscrição estão especificados AQUI. Saiba mais sobre o EPFLglobaLeaders AQUI.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Também oferece assessoria em educação e carreiras internacionais.
Entre em contato: tissen@uol.com.br

Siga o Blog da Tissen no FacebookTwitter e Instagram.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.