Idioma + Cultura, um dos pilares na formação de futuros líderes

Idioma + Cultura, um dos pilares na formação de futuros líderes

Berlitz Brasil

16 Novembro 2016 | 14h14

berlitz

Se estamos investindo no futuro de nossos filhos, proporcionado a eles uma formação de excelência em boas escolas, oportunidades de acesso à informação e ao conhecimento, desenvolvendo seu potencial humano e criativo, com valores que prezamos, estamos com certeza dando-lhes as bases para seu futuro profissional. E nesse longo processo de formação, que vai da primeira infância à vida adulta, um dado nos chama a atenção: o aprendizado de um idioma é o segundo objeto de aspiração (depois de uma graduação ou pós), para cerca de seis milhões de jovens entre 18 e 35 anos, segundo pesquisa profunda do Data Popular. Além disso, olhando mais adiante, é fator primordial de diferenciação na carreira executiva, na formação de uma nova geração de líderes, considerando que a globalização avança sobre todos os mercados.
No universo mundial de atuação do Berlitz, com 210 mil alunos nos quatro continentes, o inglês tem 71% da preferência global, seguido do alemão e do mandarim. No Berlitz Brasil, o inglês, com 83%, é seguido em preferência pelo português para expatriados e o espanhol. E uma curiosidade: a mesma pesquisa do Data Popular mostra que 72% dos jovens preferem aprender pelo sistema presencial, complementado com recursos online. Ênfase no blended (misto), uma tendência cada vez mais acentuada e para a qual é necessário estarmos preparados, entregando ao jovem, e mesmo aos pequenos, modelos de ensino condizentes com o mundo digital em que vivem e no qual todos iremos nos aprofundar ainda mais.
Vide nosso pioneirismo também na utilização do conceito de sala de aula reversa (flipped classroom), pois acreditamos que todo aprendizado tem de ser condizente com o novo perfil do aluno, não só oferecendo aulas mais dinâmicas e conteúdos em diferentes formatos e plataformas, como também disponíveis em todas as mídias digitais, a qualquer tempo ou tela (cross device). O instrutor e conteúdos devem estar ao alcance do aluno, não apenas na sala de aula. É com essa preocupação que pensamos em qualificação e novas tecnologias, alguns de nossos principais focos de nossa atuação centenária no Brasil e exterior.
E quando o assunto é conteúdo didático transmitido pessoalmente ou por meio dessas diferentes plataformas, para nós, a cultura é também um dos pilares na formação. Para se comunicar com confiança em uma língua estrangeira, é preciso conhecer a cultura, os hábitos e as tradições do país. Um tipo de conhecimento que segue com o aluno em todos os momentos de sua vida, seja em um intercâmbio, seja em curso de formação regular ou em trabalho profissional no exterior. Com toda certeza a comunicação será muito mais assertiva. Como costumamos dizer, “seu filho tem histórias para contar, deixe o mundo inteiro ouvi-las”.
Arthur Bezerra é presidente do Berlitz Brasil