Projeto leva conhecimento da geografia urbana, discute o trânsito e instiga estudantes

Projeto leva conhecimento da geografia urbana, discute o trânsito e instiga estudantes

Do Colégio

08 Junho 2016 | 12h26

O dia a dia do trânsito em nossas cidades é alarmante: tempo perdido em horas de congestionamentos, poluição causada pela queima dos combustíveis, acidentes que ocorrem devido ao desrespeito às leis de trânsito e à intolerância. Diante dessas e outras problemáticas, o trânsito em nossas cidades é o destaque do Projeto “Nossa cidade, nossas ruas”, implantado no mês de maio no colégio Aprendendo a Aprender, envolvendo alunos da Educação Infantil, Fundamental 1 e 2.

“As turmas escolhem uma rua, falam sobre seu presente e passado e planejam como será o futuro. O conteúdo pode ser apresentado em forma de vídeos, reportagens, maquetes e o que mais a criatividade permitir. O objetivo é motivar os alunos a descobrirem questões ligadas à história de suas cidades e discutirem a geografia urbana. Olhando para o presente, é possível imaginar como foi o passado e refletir sobre como será daqui algum tempo”, explica a coordenadora pedagógica do colégio Adriani Escudero Magalhães.

Turma de alunos durante passeio próximo ao colégio. Foto: Divulgação

Turma de alunos durante passeio próximo ao colégio. Foto: Divulgação

Segundo Adriani, o projeto envolve as disciplinas de Geografia, Língua Portuguesa, História, Sociologia, Matemática e Educação Artística, e tem potencial para envolver outras áreas. “Pode surgir nas turmas participantes deste projeto muitas reflexões sobre urbanismo, qualidade de vida, a importância de não darmos mais total prioridade aos carros, o espaço que outros meios de transporte ganham, como a bicicleta, nosso papel na luta por um trânsito melhor e mais seguro”, comenta a coordenadora pedagógica.

Na primeira etapa do projeto, a turma observou o movimento em uma rua no bairro da escola, Pinheiros, e, ao longo de uma semana fez o registro do movimento de carros, ônibus, bicicletas, pessoas. Nas próximas fases os alunos passarão a analisar o presente, passado e pensar o futuro da rua escolhida (nesse caso, a rua Deputado Lacerda Franco, onde fica o colégio). “O grupo já está muito mais atento a essas questões. As crianças trazem relatos de outras ruas e suas observações. Também estão mais atentos à cultura do trânsito de uma forma mais educativa”, diz Adriani.