A poderosa ferramenta pedagógica

A poderosa ferramenta pedagógica

Colégio Albert Sabin

01 de julho de 2019 | 10h30

O xadrez é um jogo multifacetado. Há os que o consideram ciência, arte, e outros, um esporte. Podemos encontrar teses dizendo que é primo da matemática e da informática. Pode ser jogado por crianças, adultos e terceira idade. Na luta contra a doença de Alzheimer, é receitado por médicos. Os portadores de necessidades especiais têm nele um excelente aliado ocupacional. Já há inclusive torneios reconhecidos e promovidos pela FIDE, Federação Internacional de Xadrez. Programas sociais e terapêuticos espalham-se pelo mundo. Exemplo interessante é desenvolvido na Espanha com a aplicação do jogo nas penitenciárias. Estes são alguns aspectos que comprovam o caráter plural do “Jogo dos Reis”.

Para as crianças em idade escolar, em formação, e desenvolvendo sua cognição, o xadrez se mostra uma poderosa ferramenta pedagógica. Em estudo publicado em julho de 2018, a Fundação de Xadrez de Chicago – EUA apresenta os resultados de dezenas de investigações ao longo de cinquenta anos, no intitulado “Comparisons of chess and non-chess students in existing chess research”. Compara-se o rendimento escolar entre estudantes e não estudantes de xadrez por meio de exames de linguagem e matemática. O resultado comprova, com relevância estatística, que os enxadristas tiveram rendimento superior em cerca de 90%. De forma simples, o xadrez tem uma capacidade única de prender a atenção das crianças e ensinar-lhes o valor de pensar as suas escolhas. Não é nenhuma surpresa que aprender a se concentrar e pensar metodicamente melhore habilidades cognitivas e fortaleça o desempenho acadêmico.

A prática regular do xadrez possibilita o desenvolvimento das seguintes atitudes e habilidades:

  • Autocrítica
  • Administração do tempo (relógio de xadrez)
  • Capacidade de cálculo
  • Concentração
  • Coordenação motora
  • Criatividade
  • Enfrentamento do fracasso ou sucesso
  • Espírito de luta
  • Intuição
  • Lógica
  • Memória
  • Noção de lucro ou prejuízo
  • Objetividade
  • Organização
  • Planificação
  • Previsão
  • Resiliência
  • Sociabilidade
  • Tomada de decisões
  • Valoração
  • Visão espacial

O Xadrez integra a grade curricular de disciplinas do Colégio Albert Sabin desde seu primeiro ano letivo. Ao longo desses anos, 22 alunos diferentes foram campeões brasileiros em suas categorias e, em 2016, conquistamos o octacampeonato brasileiro.

Esses resultados celebram 25 anos de uma bem-sucedida história entre nosso Colégio e o esporte considerado a ginástica da mente. A dedicação de nossos alunos ao Xadrez, o empenho em pensar as melhores estratégias e a alegria com que comemoram cada conquista nos mostram que estamos no caminho certo!

Este texto foi produzido por Antonio Carlos de Resende, mestre e professor de xadrez do colégio Albert Sabin.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: