As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Procura-se: Empreendedor com foco na Primeira Infância

Newton Campos

21 Abril 2015 | 11h50

Como vejo poucos projetos voltados para educação na Primeira Infância divulgo notícia interessante que recebi há pouco.

“A Fundação Maria Cecília Souto Vidigal firmou uma parceria com a Artemisia, organização pioneira no fomento de negócios de impacto social, para selecionar empreendedores interessados em desenvolver negócios de impacto social com foco na primeira infância. Os selecionados passarão por um laboratório de três dias, voltado a criar e refinar modelos de negócio e, desta forma, ajudar a transformar ideias e projetos em realidade. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas de 27 de abril a 31 de maio pelo site www.artemisia.org.br.

O Artemisia Lab Primeira Infância selecionará, no mínimo, 30 empreendedores para participar de laboratório de três dias, de 18 a 20 de junho, em São Paulo. Os participantes vão trabalhar conjuntamente para criar protótipos e validar ideias que se tornarão negócios de impacto social. As melhores ideias receberão, como incentivo, uma mentoria da equipe da Artemisia e capital semente. O objetivo do Artemisia Lab Primeira Infância é fomentar a geração de negócios de impacto social voltados para este período, considerado por especialistas de diversas áreas como uma janela de oportunidades; no qual as experiências são de vital relevância para o resto da vida. Na análise da equipe da Artemisia, as deficiências no atendimento da primeira infância apresentam oportunidades para empreender e criar modelos de negócios que aprimorem serviços que já existentes (qualificação de babás, informação para pais e educadores etc.) ou supram deficiências no setor. Segundo Maure Pessanha, diretora-executiva da organização, entre as principais deficiências, destacam-se a insuficiência das vagas em creches – há um déficit de 1,8 milhão de vagas em creches e 1 milhão de crianças de quatro a cinco anos estão fora da escola; a oferta existente é de baixa qualidade (43,1% dos professores/cuidadores não possuem ensino superior); e a alta demanda e baixa oferta impulsionam um mercado de cuidadores informais e poucos qualificados.

Para a organização, as principais características dos negócios de impacto social são o foco na baixa renda (negócios desenhados de acordo com as necessidades e características da população de baixa renda); intencionalidade (negócios que possuam a missão explícita de causar impacto social e são geridas por empreendedores éticos e responsáveis); potencial de escala (podem ampliar o alcance por meio da expansão do próprio negócio); rentabilidade (negócios que possuam um modelo que garante a rentabilidade sem depender de doações ou subsídios); impacto social relacionado à atividade principal (o produto ou serviço gera diretamente impacto social); e distribuição ou não de dividendos (o negócio pode ou não distribuir dividendos a acionistas não sendo esse o critério para definir negócios de impacto social).

No processo de seleção, a Artemisia busca ideias e Startups que desenvolvam produtos e serviços para a gestação, parto, pré-natal, saúde da criança, desenvolvimento infantil, formação dos pais, entre outros. Nos três dias do programa os selecionados participarão de workshops vivenciais alinhados aos temas: proposta de valor, prototipagem, mentoria com especialistas em primeira infância e em Startups, geração conjunta de ideias, preparação de pitch e design thinking.”

***

Para mais info (em inglês):
Twitter sobre assuntos relacionados a educação: @neweduca
Twitter sobre assuntos relacionados a empreendedorismo: @phdnew
Facebook: https://www.facebook.com/newton.campos.phd
Home Page: http://www.newtoncampos.com