Verba repassada pelo MEC ao Ministério da Defesa para aplicação do Enem sobe 21%

Aumento se deve ao crescimento no número de inscritos no exame

Mariana Mandelli, O Estado de S. Paulo

14 Dezembro 2011 | 18h54

Os recursos necessários à operação do Ministério da Defesa na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cresceram 21,32% de 2010 para 2011.

Em 2010, R$ 3.308.024,45 foram repassados à pasta pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pela realização da prova, que teve, naquele ano, 4,6 milhões de candidatos inscritos.

Neste ano, o montante foi de R$ 4.204.262,64 e a avaliação contou com cerca de 5,4 milhões de candidatos.

Segundo o Inep, a justificativa para esse aumento de 22% é justamente o crescimento da infraestrutura para atender ao aumento do número de inscritos confirmados.

O Inep também transferiu ao Ministério da Defesa um acréscimo de R$ 172 mil. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), se deve às "adequações operacionais com a utilização de mais aeronaves em situações estratégicas, com a disponibilidade da Aeronáutica".

Os dados foram publicados ontem em portaria no Diário Oficial da União.

Mais conteúdo sobre:
Educação MEC Defesa Enem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.