Universitários continuam sem conseguir se inscrever no Ciência sem Fronteiras

MEC diz que falha em cursos de Design e Sistemas de Informação está sendo 'ajustada'

Cristiane Nascimento, Especial para o Estadão.edu,

03 Janeiro 2013 | 18h41

A 11 dias do fim do prazo de inscrições do Ciência sem Fronteiras (CsF), alunos de Design e de Sistemas de Informação de instituições de ensino superior do País continuam sem conseguir se inscrever-se no programa do governo federal por conta de um erro técnico. Os estudantes têm até o dia 14 deste mês para se candidatar às bolsas de estudo no exterior.

Conforme revelou o Estadão.edu na semana passada, no formulário de inscrição havia apenas as opções 'Análise de Sistemas de Informação' e 'Desenho Industrial - Design Gráfico' ou 'Desenho Industrial - Design do Produto', 'Desenho Industrial - Comunicação Visual', etc. - nomenclaturas que foram modificadas já há alguns anos sob orientação do próprio Ministério da Educação (MEC). Ao escolherem uma dessas opções, os estudantes eram informados, via sistema, de que a sua universidade não oferecia tal curso.

Na ocasião, o MEC divulgou uma nota afirmando que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) atualizaria a lista de cursos elegíveis a partir do dia 27 e que, nessa atualização, os cursos de Design seriam contemplados. Desde então, apenas alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC) conseguiram se inscrever. Os demais universitários continuam enfrentando o problema devido à desatualização do nome de seus cursos.

Quanto aos cursos de Sistema de Informação, o MEC afirmou na semana passada que o grupo de trabalho do Ciência sem Fronteiras analisaria esta situação específica, "embora não tenha recebido nenhuma solicitação formal, administrativa ou jurídica, sobre alterações na nomenclatura desses cursos".

De acordo com o estudante Guilherme Chagas, de 22 anos, aluno de Sistemas de Informação da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), a cada contato realizado com a Capes ou com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), um novo número de telefone ou um novo endereço eletrônico lhe era passado para que pudesse registrar a reclamação. "No último contato, junto ao núcleo de gestão do CsF, afirmaram que a minha demanda seria tratada e que, assim que tivessem uma definição, entrariam em contato", diz o estudante. Segundo Chagas, dois dias depois ele entrou em contato com a mesma pessoa, que afirmou não ter ainda uma resposta.

Procurado pela reportagem nesta quinta-feira, 3, o MEC afirmou que a Capes trabalha no ajuste sistemático da nomenclatura dos cursos de Design e de Sistemas de Informação, "a fim de viabilizar a inscrição de todos os interessados até o final do período válido".

Mais conteúdo sobre:
Ciência sem Fronteiras Design

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.