Unicamp libera acesso às notas da primeira fase do vestibular

Estudantes podem conferir a pontuação; segunda etapa será realizada entre 13 a 15 de janeiro

Estadão.edu,

03 Janeiro 2013 | 10h54

A Unicamp liberou nesta quinta-feira, 3, o acesso dos candidatos às notas obtidas na primeira fase do vestibular. A consulta pode ser feita neste link: https://www.comvest.unicamp.br/vest2013/F1/notasf1/notasf1.php.

 

Para ver as notas, os estudantes precisam digitar seu número de inscrição e senha. Não estão computadas as notas do Enem - o que somente ocorrerá após a segunda fase, conforme o Manual do Candidato, devido à data de liberação dessas notas pelo governo federal.

 

Ao todo, 15.352 candidatos foram convocados para a segunda fase do processo seletivo, marcada para os próximos dias 13, 14 e 15. Os alunos devem conferir seus locais de prova, porque eles podem não ser os mesmos da primeira etapa do vestibular.

 

Também há mudança de cidade em dois casos: os candidatos que fizeram a primeira fase em Sumaré farão a segunda em Campinas; quem prestou a primeira fase em São Bernardo do Campo fará a segunda em Santo André.

 

Todos os candidatos aprovados devem fazer todas as provas da segunda fase, independentemente do curso escolhido. As provas serão aplicadas em 18 cidades do País.

 

Na segunda fase, os candidatos respondem a 24 questões dissertativas a cada dia de prova. No primeiro dia será realizado o exame de língua portuguesa, literatura e matemática; no segundo, o de Ciências Humanas e artes e língua inglesa; e no terceiro dia, de Ciências da Natureza.

 

Os candidatos dos cursos com provas de habilidades específicas (que ocorrem entre 21 e 24 de janeiro) deverão consultar as orientações para a realização dos exames, como locais e horários, na página da comissão que organiza o processo seletivo (www.comvest.unicamp.br).

 

Nesta edição, o vestibular da Unicamp registrou, pelo quarto ano consecutivo, um número recorde de inscrições: 67.408 candidatos se inscreveram para concorrer a 3.444 vagas em 68 cursos da Unicamp e dois cursos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.