Unesp terá mestrado e doutorado em biotecnologia animal; MEC reconhece 10 pós-graduações

O curso será dado na unidade de Botucatu, interior de São Paulo; também foi reconhecida especialização de mestrado profissional no Distrito Federal

O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2014 | 10h22

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu, nesta segunda-feira, 10 novos cursos de mestrado e doutorado no País. Entre eles, a Universidade Estadual Paulista deverá oferecer o curso de especialização em biotecnologia animal, na área de medicina veterínária. O curso será dado na unidade de Botucatu, interior de São Paulo.

Na região sudeste, a Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) também teve reconhecido um novo curso, de enfermagem. As outras instituições que receberão novas especializações são: Universidade Estadual de Maringá (Biotecnologia Ambiental), Universidade Federal de Campina GFrande (Ciências Naturais e biotecnologia), Fundação Universidade Federal de Sergipe (Ciências fisiológicas), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Biologoia estrutural e funcional), Universidade Estadual de Ponta Grossa (Ciências biomédicas), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Engenharia Mecânica) e Universidade Federal de Pernambuco (Nutrição, atividade física e plasticidade fenotípica).

Também foi reconhecida especialização de mestrado profissional (MP) no Distrito Federal, na Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). O curso é de administração pública em  rede nacional. 

As informações foram publicadas nesta segunda, 27, no Diário Oficial da União (DOU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.