Tour levará brasileiros para escolas de empreendedorismo e inovação

Roteiro inclui instituições de referência no Reino Unido, Dinamarca e Espanha

Vagner de Alencar, com a colaboração de Mari Turato, do Portal Porvir,

09 Agosto 2012 | 21h12

Primeiro, aterrissar na Espanha. Depois, passar pela Dinamarca e, por último, desembarcar no Reino Unido. Mais do que um simples passeio turístico pela Europa, o roteiro, chamado Education Revolution 2012, vai levar pessoas interessadas em conhecer e se inspirar em escolas de referência mundial em empreendedorismo e inovação como a Team Academy, a KaosPilots e a Schumacher College. O modelo foi proposto pela Aoka, agência de turismo sustentável de learning journeys, conceito que combina aprendizado com conhecer novos lugares.

 

Segundo Ricardo Gravina, um dos fundadores da Aoka e também um dos idealizadores da iniciativa, a jornada foca no aprendizado experimental das pessoas. “Esses viajantes vão ter contato direto com as escolas e com seus alunos por meio de atividades práticas. Vão estudar modelos educacionais internacionais, conhecer países com culturas diferentes e escolas diferentes”, afirma. A intenção é propiciar vivências transformadoras e reflexões sobre sustentabilidade e empreendedorismo.

 

O primeiro ponto da viagem será a Team Academy (de origem Finlandesa), em Mondragon, na Espanha. Na cidade espanhola os viajantes vão conhecer a história da escola, acompanhar os estudantes em sala de aula, visitar o campus e realizar atividades práticas com os estudantes do 1.º, 2.º e 3.º anos. A ideia é compreender como essa escola, apontada como revolucionária, reinventou o conceito de empreendedorismo em equipe.

 

Já na escola KaosPilots, em Copenhagen, na Dinamarca, os brasileiros vão participar de oficinas de lideranças e ter contato com líderes da instituição, além de conhecer a história da escola – referência internacional em empreendedorismo, considerada uma das 10 melhores escolas de design do mundo.

 

O último roteiro será a Schumacher College, no Reino Unido. A escola é conhecida como um dos principais nomes no foco no aprendizado interativo, experiencial e participativo. Na instituição, por exemplo, todos os cursos são baseados em uma visão de mundo ecológica e holística.

 

De acordo com Gravina, cada visita vai possibilitar uma experiência direta na cultura interna de cada escola, seja através de projetos reais, histórias, conversações e atividades mão-na-massa. “Exploramos algumas das principais questões que essas escolas enfrentaram desde a ideia inicial até a sua concepção e maturidade. Dessa forma teremos um contexto e perspectiva melhores de como cada escola funciona”, afirma.

 

Todo o percurso será acompanhado pelos “facilitadores” (guias) graduados pela escola Kaospilots e profissionais da Aoka, como é o caso de Mark Hessellund Beanland e Henrique Versteeg-Vedana, ambos também idealizadores do Education Revolution. “Focamos no aprendizado experimental e no olhar apreciativo como forma de aprofundar o conhecimento dessas pessoas que já tem bagagem educacional. A ideia é inspirar essas pessoas por meio desse processo de conexão cultural”, diz.

 

Com data marcada para o mês que vem, os interessados podem se inscrever para o tour, que vai durar 14 dias. Para realizar o roteiro, é preciso desembolsar entre 4 e 5 mil euros (sem a inclusão de passagens aéreas). De acordo com Gravina, a viagem é mais direcionada a grupos de empresas, mas sem restrição a pessoas físicas.

 

Fonte: http://porvir.org/porfazer/turismo-para-conhecer-escolas-inovadoras-pelo-mundo/20120809

Mais conteúdo sobre:
Empreendedorismo Inovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.