Todas as etapas de uma produção

Setor audiovisual é o foco dos novos cursos da Faap. Aluno vai aprender da escrita à distribuição

Gustavo Zucchi, Especial para O Estado

12 Dezembro 2017 | 05h00

Os novos cursos de pós-graduação que a Fundação Armando Álvares Penteado (Faap) vai oferecer em 2018 têm um foco diferente. A área de Comunicação e Marketing inteira está voltada para preparar profissionais para trabalhar em todas as partes da cadeia produtiva do setor audiovisual, indo da escrita até a distribuição. 

“Esse desenvolvimento do mercado de audiovisual passou a exigir profissionais com competências muito específicas, que saibam pensar o audiovisual como negócio, observar aspectos culturais, legais, éticos, econômicos e gerenciais que atravessam uma produção, sem abrir mão da criatividade”, explica o coordenador dos cursos de Pós-Graduação em Comunicação e Marketing da Faap, Ronaldo Entler.

Entre os novos cursos de pós desse departamento da Faap estão Gestão da Produção e Negócios Audiovisuais, Branding e Reputação de Marcas e Produção Executiva de TV e Produtos Multiplataforma.

Expansão. A ideia é aproveitar o crescimento do audiovisual brasileiro, em especial das webséries e dos seriados nacionais. É realmente um mercado em expansão. De acordo com a Agência Nacional do Cinema (Ancine), em estudo publicado em 2016, o setor cresceu 181% em sete anos. Em 2014, foram R$ 24,5 bilhões injetados na economia. 

“Esse é um mercado que cresceu significativamente e continua em transformação. Não apenas pela necessidade de planejar a circulação de um produto em diferentes telas e plataformas, mas pelo modo como o público pode interagir com as narrativas e os personagens, por meio de canais que mostram os bastidores da produção, de conteúdos que mobilizam debates de interesse coletivo”, explica o coordenador. Existe ainda a possibilidade de parcerias para coproduções internacionais. 

SERVIÇO

Cursos de pós da Faap no setor audiovisual 

Os preços começam em 24 parcelas de R$.1.081,66 (valor referente ao curso de Escrita Criativa) e chegam a 24 parcelas de R$ 1.258,74 (no caso de Produção Executiva de TV e Produtos Multiplataforma).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.