Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Educação

Educação » Secretaria mantém matrícula em escolas ocupadas de Goiás

Educação

DIVULGAÇÃO

Secretaria mantém matrícula em escolas ocupadas de Goiás

Segundo o governo, se até o início do ano letivo os colégios continuarem ocupados, as aulas serão iniciadas em outros prédios

0

José Maria Tomazela,
O Estado de S. Paulo

11 Janeiro 2016 | 19h05

SOROCABA - A Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás não vai alterar o prazo de matrícula para o ano letivo de 2016 nas 24 escolas ocupadas por estudantes no Estado. De acordo com a secretária Raquel Teixeira, as aulas terão início no próximo dia 20, conforme prevê o calendário.

Se até lá, os colégios continuarem ocupados, os novos alunos não serão prejudicados, pois as aulas serão iniciadas em outros prédios. “Não vamos tomar nenhuma medida autoritária ou diferente. Esperamos que haja tranquilidade e bom senso dos pais e dos próprios alunos, pois eles são os primeiros interessados em garantir sua vaga”, disse. 

Os pais ou responsáveis pelos alunos da rede pública estadual devem comparecer até sexta-feira, 15, na unidade para a qual solicitaram vaga para confirmar a matrícula.

Pressão. Alunos que ocupam a Escola Estadual Ismael Silva de Jesus, em Goiânia, acusaram dirigentes escolares de tentar forçar a desocupação da escola sem ordem judicial. Um vídeo postado na página do movimento em rede social mostra os dirigentes dizendo aos pais que os alunos vão perder o ano letivo se não suspenderem as ocupações até o dia 20.

Questionados pelos alunos, eles disseram que estão apenas defendendo o direito de quem quer estudar. “Não adianta, esta pressão não vai fazer a luta retroceder, a ocupação permanece”, publicaram os estudantes.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.