São Paulo abre 3.514 vagas com salário reajustado para professores

Os salários variam entre R$ 1862,50 e R$ 3000, dependendo da formação do candidato

O Estado de São Paulo

03 Junho 2014 | 16h43

 SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Educação anunciou concurso para professores da rede municipal já com reajuste de 15% no salário. As inscrições ocorrem entre os dias 3 e 19 de junho.

Os cargos, em caráter efetivo, são para Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Os salários estão entre  R$ 1.862,50 e R$ 3.000, dependendo da formação do candidato. 

O valor é composto por salário e abono. No caso dos professores com ensino médio completo, o salário é de R$ 1.631,04, acrescido de R$ 231,46, para 30 horas semanais. Professores com nível superior recebem R$ 1.970,28 e R$ 279,72 como abono (total de R$ 2250).

Ingressado na rede, o professor com ensino médio completo pode optar pela jornada de 40 horas semanais, e passa a receber R$ 2.174,66 e mais R$ 308,63 de abono, totalizando R$ 2.483,29. 

Se tiver nível superior, R$ 2.627,06 e R$ 372,94 de abono, totalizando R$ 3000.

Protestos. Professores da rede municipal estiverem em greve da categoria desde o dia 23 de abril até a tarde desta terça-feira. Eles não aceitavam o reajuste via abono salarial e demandam incorporação do valor ao salário. A prefeitura ofereceu aumento de 15,38% e incorporação a partir de 2015. 

O valor foi reajustado no dia 9 de maio, pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Na ocasião, o político destacou o esforço da administração municipal para efetivar a medida. "Esse é um dos melhores salários iniciais do País e também temos uma das melhores carreiras", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
concurso reajuste professores sp rede

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.