Reitoria propõe reduzir contratos de terceirização

A maioria dos funcionários terceirizados está concentrada nos serviços de segurança, limpeza e manutenção predial

Paulo Saldaña e Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2014 | 00h00

SÃO PAULO - Na semana passada, a reitoria da Universidade de São Paulo (USP) apresentou aos diretores das escolas e institutos de pesquisa as medidas para melhorar a situação financeira. Entre as propostas, estão a redução dos contratos terceirizados, a implementação de um sistema único de compras e cortes com a frota.

A maioria dos funcionários terceirizados está concentrada nos serviços de segurança, limpeza e manutenção predial. Em setembro do ano passado, a reitoria já havia reduzido em 10% os gastos com limpeza e em 15% as despesas com vigilância e portaria das escolas e faculdades.

Outra medida é a criação de um sistema interno de transferência de servidores para equilibrar a distribuição de funcionários entre as unidades. Os órgãos fiscais ainda manifestaram receio com o comprometimento da receita com salários, que ainda pode crescer por causa da progressão de carreira prevista para os técnico-administrativos.

Na reunião também foi apresentada a ideia de montar um sistema virtual de convênios para desburocratizar os processos internos. Procurada, a USP não detalhou as propostas.

Mais conteúdo sobre:
Unicamp Unesp educação USP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.