Professores em greve farão marcha em Brasília

Protesto visa a pressionar o governo pela reabertura da negociação do plano de carreira

Estadão.edu,

13 Agosto 2012 | 14h45

Professores de universidades e institutos federais vão realizar na quarta-feira, 15, em Brasília, uma marcha para pressionar o governo pela reabertura da negociação do plano de carreira da categoria. Na semana passada, o Ministério da Educação afirmou que todas as conversas estavam encerradas e não haveria "qualquer possibilidade de reabertura".

Segundo o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) - entidade que representa a maior parte da categoria - a agenda de protestos inclui atos em frente ao MEC nesta segunda, 13, e terça, 14. A passeata marcada para o dia 15 será feita em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos Federais (SPF). Depois haverá uma reunião com parlamentares para a criação de uma frente parlamentar em defesa da reabertura das negociações.

O governo encerrou as negociações com os professores universitários, em greve desde maio, na última quinta-feira, 9, com a proposta de reajuste de de reajuste de 25% a 40% até 2015, o que representa um impacto de R$ 4,2 bilhões no Orçamento da União.

A proposta foi aceita pela Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), mas foi rejeitada pelos sindicatos que representam a maioria das instituições.

Mais conteúdo sobre:
greve professores mec marcha Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.