Professores de rede estadual poderão estagiar no Japão

Para concorrer à vaga, é necessário ser docente efetivo ou estável, ter conhecimento básico na língua japonesa e ter entre 22 e 39 anos

O Estado de S. Paulo

29 Outubro 2014 | 10h40

Professores da rede estadual de educação de São Paulo têm até o dia 7 de novembro para se inscrever no programa de estágio em convivência multicultural, que ocorrerá em Toyama, no Japão. Para concorrer à vaga, é necessário ser docente efetivo ou estável, ter conhecimento básico na língua japonesa e ter entre 22 e 39 anos.

As fichas de inscrição devem solicitadas pelo e-mail see.mobilidade@edunet.sp.gov.br. Também deve ser encaminhada cópia digitalizada do Exame de Proficiência em Língua Japonesa (Nihongo Noryoku Shiken), currículo com foto e cópia do diploma de graduação e/ou pós-graduação. O estágio tem duração de seis meses e será realizado em uma escola pública de ensino fundamental na província. 

Haverá uma entrevista para os candidatos. As despesas serão cobertas pelo governo de Toyama, desde as passagens de ida e volta, estadia, transporte e bolsa em dinheiro. 

Mais conteúdo sobre:
Professor Intercâmbio Concurso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.