Reprodução
Reprodução

Portal de educação lança curso online de chinês básico para brasileiros

Curso conta com certificação oficial; Licença para utilização poderá ser adquirida por R$ 130

Estadão.eu,

15 Agosto 2012 | 17h25

O curso básico de mandarim, principal dialeto chinês falado por mais de 1,3 bilhão de pessoas, poderá ser realizado por qualquer internauta através do computador a partir desta sexta-feira, 17. Disponível numa plataforma online, a licença de uso do curso poderá ser adquirida ao preço de R$ 130 através do site da Universia Brasil, uma rede internacional de colaboração universitária.

Saiba mais do curso e onfira os requisitos básicos necessários para acessá-lo

Com apelo multimídia, as lições do treinamento contarão com locutores nativos e serão focadas na relações entre língua e cultura. O curso está estruturado em 10 módulos de 6 horas de duração cada, com 10 testes de auto-avaliação ao término de cada módulo.

Ao final, após a realização desses exercícios e testes o usuário poderá receber a certificação fornecida pela Universia e pelo Instituto Confúcio, uma organização fundada através do convênio entre a UNESP e o governo da República Popular da China, em parceria com a Universidade de Hubei. Dessa forma, o certificado tem o aval do Ministério de Educação chinês.

Presencial

Para os interessados no idioma, mas pouco adeptos ao aprendizado individualizado e à distância, o Instituto Confúcio abre novos cursos de língua chinesa a partir desta sexta, 17. A ênfase é na conversação, dirigida para aspectos práticos do dia a dia. Os alunos, no entanto, aprenderão desde o início a leitura e a escrita dos ideogramas.

Quarenta vagas do curso serão oferecidas, de forma gratuita, para os primeiros 40 alunos de escolas públicas com idade entre 12 e 17 anos inscritos. Para os demais, o investimento é de R$ 100,00 por mês.

Bienal

Se ainda persiste a dúvida sobre a dificuldade de aprender o idioma, os interesados poderão conferir, até o dia 19, apresentações de miniaulas demonstrativas de chinês feitas pelo Confúcio na 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Na ocasião, serão distribuídos gratuitamente miniguias práticos de língua e cultura chinesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.