Agência Brasil
Agência Brasil

Pelo menos 95 instituições devem aceitar Enem como vestibular

Dado se refere ao primeiro semestre de 2012 e, para as vagas a serem preenchidas no próximo ano, pode mudar

Agência Brasil,

02 Novembro 2012 | 15h12

Noventa e cinco instituições de ensino superior no País, incluindo 38 institutos federais, aceitam, atualmente, a nota no Enem como critério para o ingresso de alunos no ensino superior. O dado se refere ao primeiro semestre de 2012 e, para as vagas a serem preenchidas no próximo ano, pode mudar.

 

Duas dessas instituições estão na mira do aluno do Colégio Militar de Brasília Pedro Henrique Beghelli. O estudante vai fazer a prova pela primeira vez e quer garantir, com os resultados do exame marcado para este sábado e domingo, uma vaga no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) ou da Federal de Goiás (UFG). “Tenho a sensação de estar preparado, mas sei que preciso continuar buscando mais. Desde a 5ª série eu comecei a construir um caminho aos poucos e sinto que tenho a base para ser aprovado pelo exame”, diz.

 

Pedro Henrique confessa que não se dedicou exclusivamente ao Enem, optando por estratégias de estudo que também pudessem ser aproveitadas em vestibulares como o da Universidade de Brasília (UnB), que considera a nota no exame apenas para preencher vagas remanescentes. “Eu me preparei sem pensar em uma prova específica, mas sei que cada uma tem um estilo. Acho que a redação do Enem, por exemplo, tem uma estrutura mais simples. Tento fazer uma ou duas redações por semana. É treino.”

 

O Enem foi criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC) com o objetivo de avaliar o desempenho do estudante ao fim da escolaridade básica. Em 2009, o exame passou a ter mais importância, quando passou a substituir o vestibular em algumas universidades, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

 

Para 2013, as universidades e os institutos federais ainda vão divulgar o total de vagas oferecidas. Ainda existe a possibilidade de que outras instituições façam adesão ao Sisu e passem a usar a nota do Enem para selecionar estudantes.

 

No primeiro semestre deste ano, por exemplo, o Sisu ofereceu mais de 108,5 mil vagas para 3.327 cursos de 95 instituições públicas de ensino superior.

 

A nota do exame do ensino médio ainda pode para garantir bolsas de estudo parciais ou integrais por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) e é pré-requisito para quem quer participar de programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Mais conteúdo sobre:
Enem Ensino superior

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.