AE
AE

Ministério da Educação divulga lista dos selecionados no SiSU

No dia 15, haverá uma nova etapa com as inscrições para as vagas remanescentes das 47,9 mil disponibilizadas

estadao.com.br,

05 Fevereiro 2010 | 01h36

O Ministério da Educação (MEC) divulgou a lista dos alunos selecionados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). A matrícula nos cursos deve ser feita entre os dias 8 e 12 de fevereiro em cada instituição. A primeira etapa terminou com 793.910 candidatos inscritos para as 47,9 mil vagas. A seleção foi feita pela nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

 

Veja também:

linkFalha afetou 915 redações do Enem

linkUnicamp divulga 1ª lista de aprovados no vestibular 2010

especialAcompanhe tudo sobre a educação no Estadao.edu 

 

Com 16.253 candidatos para 752 vagas, o curso de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do ABC concentrou o maior número de interessados. Na outra ponta, Música da Universidade Federal de Rondônia, com 18 alunos teve a menor procura.

 

A matrícula nas instituições pode ser feita entre os dias 8 e 12. No dia 15, haverá uma nova etapa com as inscrições para as vagas remanescentes. O resultado sai no dia 22, e a matrícula está programada de 23 a 26.

 

Apesar dos problemas na internet enfrentados pelos estudantes nos primeiros dias, o sistema chegou próximo da estimativa do MEC de receber cerca de 800 mil inscrições. No total, 2,6 milhões de alunos fizeram o Enem. No entanto, parte pretendia obter a certificação de ensino médio, também incluída na prova, e parte vai tentar vaga no Programa Universidade para Todos (ProUni), que distribui bolsas em faculdades particulares para alunos carentes e deve abrir o processo de seleção na próxima semana.

 

Nesta quinta-feira, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou a nota de corte para a certificação do ensino médio, que será de 400 pontos em cada uma das cinco provas, incluindo redação. A pontuação, apesar de abaixo da média de 500 pontos, significa que os estudantes conseguiram adquirir as competências exigidas para alguém que concluiu a escola.

Em média, 14% dos estudantes que fizeram o Enem este ano ficaram com notas abaixo dos 400 pontos nas provas de matemática, linguagens, ciências da natureza e ciências humanas. A única exceção foi redação, em que apenas 9% fizeram menos de 400 pontos. Este ano, o Enem, além de integrar parte dos vestibulares das federais, também substituiu o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
SiSU MEC Enem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.